RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Stamp

Asenblut: variação de ritmos que a banda impõe chama atenção

Resenha - Von Worten und Taten - Asenblut

Por Vitor Franceschini
Postado em 14 de maio de 2013

Nota: 8

O Metal atual pode estar passando por uma fase bem superficial, principalmente se pararmos pra pensar no fato de que gravar um disco hoje em dia está fácil demais. O lançamento de demos hoje é escasso, já que as bandas estão cada vez mais independentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O fato é que temos muita coisa que não empolga mais ninguém, principalmente quando se trata de fusões de estilos dentro do próprio Metal. Uma coisa que sempre deu certo foi a mescla entre Black e Death Metal, que fez surgir o chamado Blackened Death Metal. E é isso que os alemães do Asenblut fazem.

Se formos citar algumas influências, podemos dizer que a banda lembra Aeternus e Azarath, mas possui uma veia mais 'old school' em seu som e assumidas influências de Heavy Metal tradicional e Thrash Metal, que ficam mais latentes nos riffs de guitarra e nas levadas nem sempre ultra velozes.

A variação de ritmos que a banda impõe em seu som chama atenção, já que investem por iniciar a maioria das faixas com uma levada mais cadenciada para depois descambar em uma porradaria com direito a 'blast beats' e tudo, chegando bem perto do puro e tradicional Black Metal nórdico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

A produção um pouco suja deixou o som com uma cara mais rústica, mas é latente a técnica dos músicos. Bons solos, cozinha precisa e um vocal que varia entre o gutural e o rasgado demonstram bem que a banda manja do assunto. Não é nada que nunca tenha sido feito, mas é bem feito, de fato.

http://www.asenblut.de/
http://www.facebook.com/asenblutband

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Denis Stratton

Buckethead: uma rara imagem do guitarrista sem a máscara


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.
Mais matérias de Vitor Franceschini.