Matérias Mais Lidas

Kiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicosKiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicos

A gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo SuricatoA gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo Suricato

A opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e LudmilaA opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e Ludmila

Cazuza tinha medo do PT: tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai darCazuza tinha medo do PT: "tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai dar"

Professor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no CaldeirãoProfessor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no Caldeirão

Por que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John LennonPor que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John Lennon

O sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar Heaven And HellO sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar "Heaven And Hell"

Choque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e maisChoque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e mais

Power metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estiloPower metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estilo

Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)

Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)

Milton Leite, narrador do SporTV, encanta internet ao tocar versão de YesterdayMilton Leite, narrador do SporTV, encanta internet ao tocar versão de "Yesterday"

Helloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no United AliveHelloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no "United Alive"

Nightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de terNightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de ter

Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?


Stamp

Asenblut: variação de ritmos que a banda impõe chama atenção

Resenha - Von Worten und Taten - Asenblut

Por Vitor Franceschini
Em 14/05/13

publicidade

Nota: 8

O Metal atual pode estar passando por uma fase bem superficial, principalmente se pararmos pra pensar no fato de que gravar um disco hoje em dia está fácil demais. O lançamento de demos hoje é escasso, já que as bandas estão cada vez mais independentes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O fato é que temos muita coisa que não empolga mais ninguém, principalmente quando se trata de fusões de estilos dentro do próprio Metal. Uma coisa que sempre deu certo foi a mescla entre Black e Death Metal, que fez surgir o chamado Blackened Death Metal. E é isso que os alemães do Asenblut fazem.

Se formos citar algumas influências, podemos dizer que a banda lembra Aeternus e Azarath, mas possui uma veia mais 'old school' em seu som e assumidas influências de Heavy Metal tradicional e Thrash Metal, que ficam mais latentes nos riffs de guitarra e nas levadas nem sempre ultra velozes.

A variação de ritmos que a banda impõe em seu som chama atenção, já que investem por iniciar a maioria das faixas com uma levada mais cadenciada para depois descambar em uma porradaria com direito a 'blast beats' e tudo, chegando bem perto do puro e tradicional Black Metal nórdico.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A produção um pouco suja deixou o som com uma cara mais rústica, mas é latente a técnica dos músicos. Bons solos, cozinha precisa e um vocal que varia entre o gutural e o rasgado demonstram bem que a banda manja do assunto. Não é nada que nunca tenha sido feito, mas é bem feito, de fato.

http://www.asenblut.de/
http://www.facebook.com/asenblutband

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.