Matérias Mais Lidas

Led Zeppelin: quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da bandaLed Zeppelin
Quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da banda

1984: 15 grandes discos lançados em um dos anos mais impressionantes da música pesada1984
15 grandes discos lançados em um dos anos mais impressionantes da música pesada

Michael Kiske: ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemosMichael Kiske
"ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemos"

Vince Neil: após performance ruim, vocalista do Mötley Crüe cancela show seguinteVince Neil
Após performance ruim, vocalista do Mötley Crüe cancela show seguinte

Bruce Dickinson: viralizando ao cantar 4 segundos de Heaven and Hell, do SabbathBruce Dickinson
Viralizando ao cantar 4 segundos de "Heaven and Hell", do Sabbath

Lou Reed: Lenda do rock mandou banda brasileira apagar baseado (vídeo)Lou Reed
Lenda do rock mandou banda brasileira apagar baseado (vídeo)

Motörhead: veja as primeiras páginas da graphic novel oficial da bandaMotörhead
Veja as primeiras páginas da graphic novel oficial da banda

Foo Fighters: banda faz show para vacinados e causa revolta da turma anti-vacinaFoo Fighters
Banda faz show para vacinados e causa revolta da turma anti-vacina

Exodus: guitarrista Gary Holt anuncia que tentará parar de consumir álcoolExodus
Guitarrista Gary Holt anuncia que tentará parar de consumir álcool

Judas Priest: banda de K.K. Downing com Tim Owens lança single Sermons of the SinnerJudas Priest
Banda de K.K. Downing com Tim Owens lança single "Sermons of the Sinner"

Troca-troca: dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreiraTroca-troca
Dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreira

Charlie Brown Jr: O Champignon contou que ficou armado na frente do AP do ChorãoCharlie Brown Jr
"O Champignon contou que ficou armado na frente do AP do Chorão"

Sebastian Bach: Ouça o vocalista anterior cantando e enfia aquele vídeo na...Sebastian Bach
"Ouça o vocalista anterior cantando e enfia aquele vídeo na..."

Black Sabbath: quando Tony Iommi caiu em pegadinha épica de Dio e Vinny AppiceBlack Sabbath
Quando Tony Iommi caiu em pegadinha épica de Dio e Vinny Appice

Rush: Alex Lifeson lança duas músicas novas - ouçaRush
Alex Lifeson lança duas músicas novas - ouça


Stamp
Pentral

Stone Sour: mais que apenas música, eles seguem fazendo história

Resenha - House of Gold & Bones Part 2 - Stone Sour

Por Ricardo Seelig
Fonte: Collectors Room
Em 24/04/13

publicidade

O ser humano é saudosista por natureza. É comum a sensação de que o que foi feito no passado é, invariavelmente, melhor do que aquilo que é produzido agora, no nosso tempo. Explicar as razões que nos levam a sentir isso não é tarefa fácil. Elas envolvem, na maioria das vezes, muito mais a emoção do que a razão. Construímos histórias, relacionamentos, durante todas as nossas vidas, e, ao olhar para trás, a saudade e o distanciamento muitas vezes nos causam a falsa sensação de que o que vivemos antes nunca encontrará parâmetro no que ainda temos para viver, por melhor que sejam as perspectivas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Divagações à parte, em relação à música esse raciocínio é aplicado de maneira cada vez mais frequente. Ouvintes mais conservadores, ou com uma visão mais ortodoxa, muitas vezes afirmam com certeza absoluta que nada do que é feito hoje em dia no rock, no metal, na música de um modo geral, chega aos pés do que já foi produzido antes. Uma grande bobagem, muitas vezes defendida por mentes sem conhecimento do que está acontecendo. Cada época teve os seus artistas importantes, que fizeram história e mudaram o curso das coisas. E a comparação entre esses períodos distintos não passa de um exercício inútil. O motivo nos leva de volta ao primeiro parágrafo, e se chama identificação. A geração que consome música hoje em dia é diferente daquela que vivia em lojas de discos há vinte anos atrás. A realidade é diferente. Os gostos são diferentes. O mundo é diferente. Os ídolos são outros.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Corey Taylor é um dos personagens centrais do rock contemporâneo. Seja à frente do Slipknot ou liderando o Stone Sour, o vocalista tem a mesma importância, para as gerações mais novas, que um Ozzy Osbourne, um Bruce Dickinson, tiveram para mim e para você, que já passamos dos 30 e, muitas vezes, dos 40 anos. Sua trajetória o transformou em um ícone, e com justiça. Frontman carismático, compositor talentoso, letrista inspirado, Taylor é a voz de uma geração, o principal rosto do heavy metal produzido nos últimos 15 anos.

Todo esse status faz com que, como acontecia em épocas passadas a cada novo lançamento de seus principais nomes, o mundo parasse e prestasse atenção naquilo que lhe era entregue. Corey Taylor faz isso. Cada movimento seu é acompanhado com atenção, e inevitavelmente recompensa seus discípulos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

É o caso de "House of Gold & Bones Part 2", quinto álbum do Stone Sour, sucessor e segunda parte da história iniciada no disco lançado em 2012. Novamente produzido por David Bottrill, traz Taylor, James Root (guitarra), Josh Rand (guitarra) e Roy Mayorga (bateria) mais uma vez acompanhados por Rachel Bolan, do Skid Row, dando uma força no baixo. Com doze faixas, conclui a trama do trabalho anterior e soa como seu irmão siamês.

O estilo, o modo de fazer som pesado do Stone Sour, alcançou em ambas as partes de "House of Gold & Bones" o seu ápice. Grandes melodias, agressividade andando lado a lado em canções que poderiam tocar perfeitamente em qualquer rádio, riffs bem construídos e os vocais carregados de sentimento de Taylor colocam a banda no topo, acima da maioria dos demais grupos de sua geração.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Em relação ao CD anterior, este soa um pouco mais denso e emocional, levando o ouvinte em uma jornada repleta de momentos sombrios. A abertura, com a climática "Red City", já deixa clara essa característica através de sua estrutura crescente. "Black John", a seguir, inscreve-se fácil na lista de melhores músicas gravadas pela banda. "Peckinpah", "Gravesend" e "Do Me a Favor" mantém o nível no alto, com grandes doses de energia e adrenalina sendo injetadas sem dó. Há, no entanto, um aspecto mais contemplativo aqui, com diversas baladas e faixas mais calmas que dão ao trabalho o desejado ar de conclusão de uma saga. História essa que chega ao seu fim com a primorosa faixa-título, daquelas composições que, ao ouvir, você já imagina o gigantesco impacto e estrago que causarão ao vivo.

Tão bom ou até melhor que o disco anterior, "House of Gold & Bones Part 2" é um álbum excelente, que dará ainda mais espaço e popularidade ao Stone Sour. A banda fez um belo trabalho outra vez, mostrando o porque de toda celebração à sua volta.

Daqui há alguns anos, quando você estiver mais velho e seus filhos estiverem mexendo na sua há muito tempo ultrapassada coleção de CDs e encontrarem "House of Gold & Bones Part 2", vão pegá-lo na mão e o manusear como muito mais do que apenas um CD. Irão abrir a sua embalagem, ler o seu encarte, sentir o seu cheiro. E, ao colocá-lo para tocar, irão se sentir como você se sente hoje ao pegar um LP antigo do Sabbath, do Maiden, do Metallica.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mais do que apenas música, o Stone Sour segue fazendo história.

Faixas:
1 Red City
2 Black John
3 Sadist
4 Peckinpah
5 Stalemate
6 Gravesend
7 ’82
8 The Uncanny Valley
9 Blue Smoke
10 Do Me a Favor
11 The Conflagration
12 The House of Gold & Bones


Outras resenhas de House of Gold & Bones Part 2 - Stone Sour

Stone Sour: Infelizmente a 2ª parte não é tão boa quanto a 1ª

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor diz que sua nova máscara deixará crianças assustadasSlipknot
Corey Taylor diz que sua nova máscara deixará crianças assustadas

Corey Taylor: disparando contra a cultura do cancelamentoCorey Taylor
Disparando contra a cultura do cancelamento

Slipknot: Corey desce a lenha em artistas da atualidade; Eu odeio todo o rock novoSlipknot
Corey desce a lenha em artistas da atualidade; "Eu odeio todo o rock novo"


Corey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim RootCorey Taylor
Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root

Corey Taylor: pelo menos eles têm coragem, diz sobre Linkin ParkCorey Taylor
"pelo menos eles têm coragem", diz sobre Linkin Park

Corey Taylor: o que ele pensa sobre o que pensa Corey Taylor?Corey Taylor
O que ele pensa sobre o que pensa Corey Taylor?


Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.