Cauterization: banda impressiona logo na primeira demo

Resenha - Males Infestus - Cauterization

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por José Antonio Alves
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Cauterization vem trilhando seu caminho na cena metálica nacional desde 2008, e finalmente no ano de 2011 lançou sua primeira demo, "Males Infestus". Aliás, que demo! A banda composta por Maysa Rodrigues (vocais/guitarra), Well Moía (baixo/backing vocals) e Trojillo Jr (bateria) é oriunda de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, e nos apresenta um "blackened death metal" que impressiona logo de cara!

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separaçãoSlipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"

Começando por uma belíssima arte da capa, assinada por Marcelo Vasco, que já trabalhou em artes de bandas como Belphegor, Dimmu Borgir, Vader, Korzus, entre outras, não teria como o petardo começar melhor. São só três músicas e uma introdução, pouco mais de treze minutos que nos deixam com um gosto de "quero mais" e que brinda os fãs com uma brutalidade genuinamente brasileira.

Uma breve introdução prepara o terreno para a destruidora "Infernal Battlefield", um verdadeiro campo de batalha infernal que nos mostra riffs velozes, baixo bem colocado e uma cozinha avassaladora comandada por Trojillo Jr. Há alguns meses mostrei esta música para um conhecido que me passou sua impressão: "Puxa, riffs matadores, batera animal....e esse vocalista, que monstro, de que país é?". Minha pronta resposta: "É uma mulher, e brasileira!". Sim, os trabalhos vocais de Maysa Rodrigues são impressionantes, assim como os backings de Well Moía, que casam perfeitamente.

A faixa título "Males Infestus" segue a mesma linha, com ótimas melodias, extremo como deve ser, demonstrando boas variações e muita competência instrumental. Para fechar a "desgraceira", "Triumphal Obscuressence" só exalta ainda mais o que já foi dito até aqui, um dos destaques deste trabalho, sem dúvidas.

Vale exaltar a excelente qualidade de gravação do trabalho, algo de alto nível que só nos deixa na expectativa do primeiro full-length desta banda que ainda fará muito barulho se seguir esta linha mais que profissional que adota. Eis um verdadeiro tapa na cara daqueles que (ainda) acham que o Brasil não pode exportar Metal Extremo de qualidade.

Tracklist:

1. Unpurification Ov Sacred
2. Infernal Battlefield
3. Males Infestus
4. Triumphal Obscuressence

Formação:

Maysa Rodrigues - vocais/guitarra
Well Moía -baixo/backing vocals
Trojillo Jr - bateria

Contatos:

http://www.myspace.com/cauterizationhorde
http://www.facebook.com/Cauterization?fref=ts


Outras resenhas de Males Infestus - Cauterization

Cauterization: Demo que pode ser o melhor lançamento do ano




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cauterization"


Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separaçãoGuns N' Roses
A versão de Axl Rose sobre a separação

Slipknot: para cada Mustaine falando merda há um HetfieldSlipknot
"para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"

Iron Maiden: os fãs mais insuportáveis em lista da MTVIron Maiden
Os fãs mais insuportáveis em lista da MTV

Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRaimundos: Ivete Sangalo canta e toca bateria em DVD7lista: sete músicas que mostram como o rock pode ser brega

Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.