Summum Bonum: e o Black Metal de cunho cristão...?

Resenha - Mors Janua Vitae - Summum Bonum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Sempre será interessante observarmos a evolução que um músico pode oferecer ao longo de seus lançamentos... Com origem na Bahia, o Summum Bonum atualmente tem como base o Rio Grande do Sul e mostra o mentor Harim Pires (voz e teclados) progredindo com seu Dark Black Metal Sinfônico e cristão através do debut "Mors Janua Vitae" (tradução: 'A Morte é o Portal da Vida'), que agora está chegando ao mercado de forma independente.
5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1992

Enquanto a sonoridade do passado foi forjada através da simulação de sintetizadores, muitas das atuais melhorias do Summum Bonum se devem ao fato de Harim ter feito parceria com Robson Freire (guitarrista, baixo e bateria) e gravado "Mors Janua Vitae" com instrumentos reais. E a diferença é imensa. O estilo continuará a causar ojeriza aos amantes do Heavy Metal extremo, pois as letras, ainda que tenham como foco a filosofia, não abrem mão de conteúdos bíblicos, tudo cantado na língua portuguesa.

Ainda que o tom seja a música extrema, estas características estão devidamente balanceadas com passagens etéreas, profusão de melodias suaves, insinuações pela música clássica e até mesmo as vocalizações grunhidas seguem intercaladas por muitas outras linhas bem limpas e graves, que praticamente declamam as letras – ou poesias? – tendo como resultado um repertório consideravelmente diversificado, dando para destacar "Reunião das Almas", "O Oniromante" e a derradeira "Aposkatastasis".

Apesar das melhorias, o áudio está longe da perfeição, não exalando o impacto tão necessário a um disco do gênero (em especial o som da bateria), mas, independente disso, é impossível não tecer elogios aos esforços concentrados em "Mors Janua Vitae". Agora, quanto à aceitação do público por uma banda que usa a música Black Metal para exprimir mensagens de cunho considerado positivo... Bom, é uma simples questão de romper – ou não – alguns condicionamentos, certo?

Contato:
http://www.myspace.com/summumbonum777

Summum Bonum - Mors Janua Vitae
(2012 / - nacional)

01. Overture In Dark Minor
02. Reunião das Almas
03. O Oniromante
04. Eclipse da Fé
05. Dos Céus Crepusculares
06. Espelhos Enigmáticos
07. Passagem da Terra dos Sonhos
08. Desiderium Tacite
09. Assídia
10. Aposkatastasis

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Summum Bonum"

Ave, Satan!Ave, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1992

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

5000 acessosFelipe Andreoli: "Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."5000 acessosA História Impopular dos Rolling Stones - Livro 2 - Mick Taylor5000 acessosSinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?5000 acessosBruce Dickinson: não ouve música, só rádios de notícias5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas5000 acessosLiv Kristine: fui demitida de minha própria banda!

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online