Aerosmith: toques novos em uma estrutura velha

Resenha - Music from Another Dimension! - Aerosmith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor de Andrade Lopes, Fonte: Sinfornia de Ideias
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não dá para falar de Music from Another Dimension!, décimo quinto álbum de estúdio do quinteto estadunidense Aerosmith, sem falar do contexto. Afinal, oito anos separam este e o último álbum de estúdio, Honkin' on Bobo. Se levarmos em consideração apenas álbuns de inéditas, a distância cronológica aumenta para onze anos. Este período foi marcado por vários conflitos internos, a maioria centrada no vocalista Steven Tyler, que chegou a quase sair do grupo (a ponto dos colegas de banda começarem a procurar um substituto). Sem falar nos inúmeros atrasos que o álbum sofreu, a despeito de notícias de que a banda estaria trabalhando duro nele. Com tudo isso em mente, não é exagero dizer que Music from Another Dimension! é uma espécie de Chinese Democracy da Costa Leste estadunidense.
422 acessosSteven Tyler: "Dude (Looks Like A Lady)" com Caitlyn Jenner?5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich Nietzsche

Mas voltemos a falar do disco no seu aspecto musical. Conforme prometido pela banda e pela crítica que já teve acesso às faixas, Music from Another Dimension! é um álbum "de volta às raízes", mas sem perder a pegada moderna que a banda vem mostrando há alguns anos. A energia do disco é surpreendente para um grupo de sessentões, deixando muitas bandas jovens com um ar meio cansado.

Quem ajuda o quinteto a produzir tal som é o time de músicos convidados, que inclui o tecladista RUSS IRWIN (que já trabalha com a banda há mais de uma década), o vocalista JULIAN LENNON (filho do falecido ex-beatle JOHN LENNON) e até o ator JOHNNY DEPP, que faz vocais de apoio na faixa "Freedom Fighter".

O resultado de tantos anos de trabalho, atrasos, crises, shows, turnês, convidados e tudo o que ainda for necessário na receita de um álbum de uma grande banda é uma obra cujo título nada tem a ver com seu conteúdo: A música não é nada de outra dimensão. Na verdade, tudo não passa de um bom e velho hard rock com temperos modernos. Em outras palavras, este é um álbum para agradar tanto os fãs da fase antiga quanto os admiradores do AEROSMITH moderno.

O golaço que o AEROSMITH marcou com este álbum foi mostrar o quanto é possível variar sem sair do gênero do hard rock. Há espaço para as baladas ("What Could Have Been Love", uma das que foram liberadas previamente; e "Can't Stop Loving You", um dueto pegajoso com a cantora CARRIE UNDERWOOD), as "moderninhas" (que incluem a abertura "LUV XXX" e o single "Legendary Child", que é uma regravação de uma canção tocada em 1991 para o Get a Grip, mas que no fim acabou não sendo utilizada, e que ganha aqui um vídeo bastante produzido) e as saudosistas ("Out Go the Lights", "Street Jesus" e "Something", uma das melhores, que traz o guitarrista Joe Perry nos vocais e o vocalista Steven Tyler na bateria).

Vale lembrar que o som do álbum não foi nem será surpresa para nenhum fã: Quem ficou ligado nas notícias do álbum acompanhou o lançamento de quase um terço de suas músicas em doses homeopáticas. Algumas saíram oficialmente, outras não-oficialmente (leia-se "vazadas"). Serviu ao menos para garantir que a banda estava realmente trabalhando em estúdio, e que o trabalho não seria novamente adiado.

Com Music from Another Dimension, o Aerosmith venceu três desafios que costumam surgir no caminho de bandas no nível deles: Mostrar que ainda tem muito o que tocar; trazer toques novos para uma velha estrutura e lançar um trabalho que provavelmente agradará à maioria de seus milhões de fãs. Sempre terá um admirador mais radical para criticar e desdenhar, mas é certo que no mínimo uma parcela bastante significativa tirará o chapéu para a obra.

Abaixo, o vídeo do single "Legendary Child":

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Track-list:
1 - LUV XXX
2 - Oh Yeah
3 - Beautiful
4 - Tell Me
5 - Out Go the Lights
6- Legendary Child
7 - What Could Have Been Love
8 - Street Jesus
9 - Can't Stop Loving You
10 - Love Her A Lot
11 - We All Fall Down
12 - Shakey Ground
13 - Closer
14 - Something
15 - Another Last Goodbye

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Music from Another Dimension! - Aerosmith

2897 acessosAerosmith: Algumas boas músicas, porém, não foi desta vez2566 acessosAerosmith: novo álbum, velha receita!3760 acessosAerosmith: o retorno de outra dimensão.5000 acessosAerosmith: uma bolacha que dá para chamar de mediana2793 acessosAerosmith: novo álbum traz mais de um terço de baladas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de novembro de 2012

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

422 acessosSteven Tyler: "Dude (Looks Like A Lady)" com Caitlyn Jenner?393 acessosLoja de Discos do Cassio: Aerosmith no Rock in Rio559 acessosAerosmith: tres vídeos retrospectivos de shows recentes0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Aerosmith"

AerosmithAerosmith
Joe Perry desabafa sobre Steven Tyler

AerosmithAerosmith
"Escreveram grandes músicas quando eram bêbados e drogados!"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Steven Tyler tentou substituir Robert Plant em 2008

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Aerosmith"

Heavy MetalHeavy Metal
Autores que inspiraram o estilo: Friedrich Nietzsche

Em 19/02/1980Em 19/02/1980
Bon Scott, vocalista do AC/DC, morre aos 33 anos de idade

SpikeSpike
Os sete piores solos de guitarra

5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosMetal Open Air: Em 2012, o maior fiasco da história do Heavy Metal no Brasil!5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19825000 acessosIron Maiden: Eddie é mais conhecido que Bruce Dickinson?2983 acessosNickelback: governo dos EUA acha a banda tão perigosa quanto o Slipknot?5000 acessosGuns N' Roses: o gosto musical conservador de Steven Adler

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 0077507/SP) formado pela PUC-SP e membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil. Paulistano e morador de Carapicuíba (Granja Viana), tem um blog de resenhas musicais e outros assuntos chamado Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cinema, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados. Além de ouvir, também toca piano e teclado, compondo algumas bobagens de vez em quando.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online