Ouroboros: Thrash/Death técnico beirando o progressivo

Resenha - Glorification of a Myth - Ouroboros

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Rocha Thielen
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Vindos da Austrália, o grupo OUROBOROS, formado em 2009, lançou seu primeiro registro, "Glorification of a Myth", em 2011 de forma independente. Com riffs intricadíssimos e uma cozinha de excelente qualidade, o grupo é com certeza uma banda que pode ganhar uma atenção maior nos próximos anos, se o nível de qualidade continuar no patamar desse primeiro álbum.

Led Zeppelin: as crianças da capa de "Houses Of The Holy"Guns N' Roses: Axl desafina guitarra de Slash e pede desculpas

Eles fazem um thrash/death técnico beirando o progressivo. Todos os instrumentos estão bem cristalinos, principalmente as linhas de baixo de Michael Conti que merecem uma atenção especial, pois o talento do baixista é explícito. A parte vocal no entanto poderia ter sido mais valorizada mas o Evgeny Linnik dá pro gasto.

Encontramos excelentes riffs, breakdowns e andamentos bem quebrados, a faixa "Panacea" mostra bem isso. Os solos de guitarra se fazem presentes na bolacha inteira, e são de excelente qualidade técnica. O destaque maior vai para a música "Disembodied Mind", com uma introdução pra banger nenhum botar defeito, várias vezes repeti a música, uma bordoada no ouvido!

"Glorification of a Myth", é um debut de respeito, mas como a maioria dos bons álbuns de bandas iniciantes pode passar despercebido entre os ouvintes mais veteranos, justamente por ser uma banda nova. Recomendo a quem gosta de algo mais técnico, mas sem esquecer o peso e a melodia.

Glorification of a Myth - Ouroboros

Line-up:
Evgeny Linnik - vocals
Mikhail Okrugin - guitar
Chris Jones - guitar
Michael Conti - bass, backing vocals
David Horgan - drums

01. Black Hole Generator
02. Lashing Of The Flames
03. Animal, Man... Machine
04. Sanctuary
05. Sea To Summit
06. Disembodied Mind
07. Dissolve
08. Panacea
09. Edifice Of Tyranny
10. Absent From Entity


Outras resenhas de Glorification of a Myth - Ouroboros

Ouroboros: Technical Death Metal australiano




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ouroboros"


Led Zeppelin: as crianças da capa de Houses Of The HolyLed Zeppelin
As crianças da capa de "Houses Of The Holy"

Guns N' Roses: Axl desafina guitarra de Slash e pede desculpasGuns N' Roses
Axl desafina guitarra de Slash e pede desculpas


Sobre Guilherme Rocha Thielen

Guilherme Rocha Thielen nasceu em 1991, em Ararangua, mas mora em Florianópolis. Fã de Legião Urbana, Metallica, Iced Earth e viciado em traduções curte Heavy Metal desde pequeno. Atualmente escuta varios estilos do Metal, principalmete Metalcore, Folk, e Melodic Death Metal. Quando sobra um tempo contribui para o Whiplash! com traduções de matérias.

Mais matérias de Guilherme Rocha Thielen no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336