Serenity In Fire: EP mostra a pancada musical da banda

Resenha - Begin of destruction - Serenity in Fire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Écio Souza Diniz, Fonte: Pólvora Zine
Enviar Correções  

publicidade

8


Estes mineiros mostraram que vieram realmente para iniciar uma destruição, marcada pelas pauladas que compõe este EP. Um set list composto por músicas empolgantes do mais puro Thrash/Death metal, torna este trabalho um dos bons lançamentos que surgiram recentemente.

Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos

Manowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A avalanche já começa com a 'Master of darkness', que é daquelas que gruda na cabeça, tanto a letra quanto os riffs, e é uma pedida mais que ideal para um mosh digno de respeito.

Já em 'Inverted crosses' é marcante o equilíbrio na cozinha da banda, baixo e baterial, que apresenta ao mesmo tempo variações interessantes. O momento sufocante do trabalho está em 'To cry out for victory', que é a mais densa. A técnica eficaz e complexidade são as características de 'The A step of destruction', que alterna partes mais cadenciadas com riffs rápidos, e fecha honrosamente o EP. Vale a pena conferir a pancada musical desta banda.

Faixas:

1-Master of darkness
2-Inverted crosses
3-To cry out for victory
4-The A step of destruction


Outras resenhas de Begin of destruction - Serenity in Fire

Serenity In Fire: algo de tradicional mas sem soar datado




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os temposHeavy Metal
Os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos

Manowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?Manowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?


Sobre Écio Souza Diniz

Graduado em Ciências Biológicas e pesquisador na área de Ecologia e Evolução vegetal, sempre foi aficionado por leituras sobre o mundo do Rock/Metal. Além do metal, tem como paixões filmes de terror e épicos. Já participou como vocalista de várias bandas de Death/Grind, mas como nenhuma vingou se encontrou melhor em redigir matérias, fundando há alguns anos atrás o Pólvora Zine. Colabora também com vários sites especializados e com a revista Roadie Crew. Suas bandas preferidas são Iron Maiden, Black Sabbath, Dio, Dorsal Atlântica, Candlemass e Sarcófago.

Mais matérias de Écio Souza Diniz no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL