Fibonacci Sequence: Um álbum intenso e impressionante

Resenha - Numerology - Fibonacci Sequence

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Durr Campos
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A expressão Sequência de Fibonacci se caracteriza pela sucessão de números inteiros como 0,1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144 (...). Unindo o conceito ao título “Numerology”, só poderíamos deduzir tratar-se de algum problema matemático. Para a felicidade de muitos, no entanto, iremos falar sobre o assunto que mais interessa aos leitores do Whiplash.Net: música! O Fibonacci Sequence aqui em questão é a banda instrumental de avant-garde prog metal oriunda de Milwaukee, nos Estados Unidos.
5000 acessosMegadeth: fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo5000 acessosThin Lizzy, Metallica: A história de "Whiskey in the Jar"

Composto por Michael J. Butzen (guitarra/ bandolim), Thomas Ford (bateria/ percussão) e Jeffrey Schuelke (teclados / piano), o trio ainda adicionou músicos convidados, a saber: Chris Kringel, responsável pelas deliciosas linhas de baixo em quase todo o disco; Chad Burkholz (baixo apenas em "Missing In Time") e Elizabeth Grimm, com seu magistral violino.

Bem, o estilo adotado aqui mergulha de cabeça no jazz e progressivo setentista, com pitadas de prog metal dos anos 90. Talvez a ausência de um vocalista irá incomodar um pouco aos não adeptos deste segmento, porém, uma audição mais atenta poderá surpreender aos mais puristas, especialmente pelo belíssimo trabalho de guitarras.

Na verdade, a ausência de palavras permite que possamos degustar obras do quilate de "Primrose Place" ou "Faunus". A variedade de andamentos nestas impressiona. Seria algo como um encontro entre os fabulosos King Crimson e Mahavishnu Orchestra. Outras que me chamaram a atenção foram “Dawn” e "Illuminati", esta com menos de um minuto de duração, ambas oferecendo uma simples, mas grandiosa musicalidade. Dentre as mais longas menciono a ótima "Catlord" – uma combinação de riffs certeiros e timbres de teclado fora do comum.

O Fibonacci Sequence conseguiu criar um álbum extremamente intenso e impressionante, ainda mais se tratando de uma estréia. Algo que sugere uma banda promissora e verdadeiramente motivada a destacar-se no meio. Altamente recomendado também aos seguidores de Dream Theater e Liquid Tension.

Fibonacci Sequence - Numerology
Cerillius Records – 2010 - Importado

Track Listing

1. Commencement
2. Neap Tide
3. Primrose Path
4. Dawn
5. Catlord
6. Illuminati
7. Work In Progress
8. Missing Time
9. Faunus
10. 10

Michael J. Butzen – electric and acoustic guitars, mandolin
Jeffrey Schuelke – keyboards, piano
Thomas Ford – drums, electronic percussion
Chad Novell - Bass

Músicos convidados:
Chris Kringel – fretless bass (1-7, 9-10)
Elizabeth Grimm – violin (8, 9, 10)
Chad Burkholz – bass (8)

Links relacionados
http://www.fibseq.com/
http://www.reverbnation.com/fibonaccisequence
http://fib-seq.blogspot.com/
http://www.myspace.com/fibonaccisequenceband
https://www.facebook.com/pages/Fibonacci-Sequence/4981964215...

Fibonacci Sequence - Faunus
http://www.youtube.com/watch?v=ryT8uGpWOB0

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Fibonacci Sequence"

MegadethMegadeth
Fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo

Thin LizzyThin Lizzy
"Whiskey in the Jar" já era cantada há centenas de anos

No alto do casteloNo alto do castelo
As diferenças entre os diferentes estilos de rock e metal

5000 acessosHeavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos5000 acessosSlash: "não entendo a histeria sobre o Guns N' Roses"5000 acessosOsama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?5000 acessosAndreas Kisser: "tocar com o 'Big Four' foi incrível"5000 acessosMetallica: Lady Gaga fez tatuagem imensa em homenagem à banda5000 acessosJ-Metal: Conheça algumas bandas da cena metal japonesa

Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online