Metallica: Três décadas fazendo música relevante

Resenha - Beyond Magnetic - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Barcellos
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após seu último movimento, o polêmico - como tudo que o Metallica lança desde o Black álbum - Lulu, mais uma penca de fãs chorou e reclamou que a banda não faz o que eles querem. É irritante ver um bando de marmanjos barbados xingando muito no twitter que nem umas menininhas emo que o álbum é ruim. Não gostou? Então não ouça e não enche o meu e o saco de todo mundo que tem mais o que fazer que ler choro de fã babaca. Em despeito ao que esses "fãs" pensam, o Metallica segue completando 30 anos de uma existência essencial não só para o rock e o heavy metal, mas para a música em geral.
444 acessosMetallica: Cartazes edição limitada serão vendidos nessa quinta5000 acessosKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Foram quatro shows, com os mais variados convidados, todos os ex-membros vivos (pronto Mustaine, agora que realizou seu sonho pode parar de mimimi) subindo ao palco, e eu aguardo ansiosamente que lancem em DVD ou Bluray, ao menos os melhores momentos. E em cada um desses shows eles tocaram uma música inédita, sobras do último álbum Death Magnetic, além de enviarem simultaneamente para os membros do fã clube por email versões de estúdio.

E eu, caro leitor, faço parte desses afortunados. Vamos lá: Hate Train abre o EP bem ao estilo do DM passando para uma levada que lembra Fuel. É uma música que você se pergunta porquê diabos não colocaram no CD, pois ela é, na minha opinião, muito melhor que Cyanide ou Unforgiven III. Um refrão bem melódico e bonito, você sai cantando já na segunda ouvida. A letra fala como o ódio leva as pessoas a ficarem amargas, cheia de sentimentos de vingança (Mustaine?). James detona nos vocais, assim como em todas as outras músicas deste EP.

Just a Bullet Away também começa com as pseudo-intros que permeiam DM, até cair em uma levada muito legal e um riff que lembra muito Frantic, porém com andamento diferente. Um riff muito simples e uma linha vocal estupenda fazem dessa música a melhor do EP, e se estivesse no DM seria uma das melhores. No meio da música, uma parte lenta a la Master of Puppets com melodias e arranjos muito bem construídos e inspirados.

Hell and Back distoa um pouco das outras e mesmo de DM, começa com um riff limpo e cai num riff semelhante aos da época de Load/Reload. Mais uma vez o vocal de James é o destaque, criando melodias marcantes e inspiradas.

A parte do meio tem riffs bem interessantes e dá uma acelerada (alguns vão identificar trechos dessa música que rolou naquele vídeo de pré-lançamento do DM, Mission: Metallica).

O EP fecha com Rebel of Babylon. Ela tem um início bem diferente, depois cai em um riff e levada com um riff palhetado culminando em um refrão que deve funcionar bem ao vivo. No meio da música há solos e duetos de guitarras muito legais e criativos, se tratando de Metallica.

Resumindo, meus amigos: Porra, porquê não lançar o CD com as 14 músicas? Elas deixariam o Death Magnetic - que já é um ótimo disco - ainda melhor.

Meus parabéns ao Metallica, a maior banda de Heavy Metal de todos os tempos, que têm coragem de fazer a música que querem fazer sem se importar com a opinião de ninguém. É fácil se manter 30 anos na estrada seguinda uma fórmula, sem sair da sua zona de conforto. Agora, completar 30 anos, com álbuns tão diferentes entre si e ainda estar fazendo música relevante não é pra qualquer um. Apenas para o Metallica.

Metal Up Your Ass!!!!!

Tracklist:
01 Hate Train
02 Just a Bullet Away
03 Hell and Back
04 Rebel of Babylon

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Beyond Magnetic - Metallica

5000 acessosMetallica: "Beyond Magnetic" vai muito além de "LuLu"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 14 de dezembro de 2011

MetallicaMetallica
James explica como ele cria os títulos das músicas

444 acessosMetallica: Cartazes edição limitada serão vendidos nessa quinta1260 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Avery MolekAvery Molek
Aos 6 anos, mostrando para Lars Ulrich como se faz

MetallicaMetallica
As 10 músicas mais subestimadas da banda

GrammyGrammy
"Master Of Puppets" é tocada após Megadeth ser anunciado vencedor

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

KissKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Dream TheaterDream Theater
O vacilo na capa de "A Dramatic Turn of Events"

Teoria da ConspiraçãoTeoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!5000 acessosBeavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?2870 acessosMetallica: as dez melhores músicas dos anos noventa5000 acessosFaixas Instrumentais: VH1 elege as 20 melhores do Hard e Metal2415 acessosHeavy Metal: as dez maiores bandas britânicas

Sobre Thiago Barcellos

Analista de TI, músico multi-instrumentista e ainda compra CDs das suas bandas favoritas até hoje.

Mais matérias de Thiago Barcellos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online