Metallica: "Beyond Magnetic" vai muito além de "LuLu"

Resenha - Beyond Magnetic - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renato Sanson, Fonte: Road to Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Depois da polêmica parceria com Lou Reed, muitos fãs pensaram que o futuro do Metallica estava escrito, pois realmente a parceria pegou todos de surpresa ainda mais que envolvia o nome Metallica no meio e o que mais desapontou os fãs nem foi tanto a parceria, mas sim a sonoridade apresentada que não traz nenhum tipo de emoção a não ser o sentimento de “raiva” entre os fãs da banda.
1305 acessosMetallica: a música preferida dos fãs nos shows ao vivo5000 acessosSeparados no nascimento: Bruce Dickinson e Leopoldo Pacheco

Devido a esta grande polêmica, onde muitos consideraram o tenebroso “Lulu” (2011) como um lançamento do Metallica, James Hetifield (vocal e guitarra), em várias declarações, já deixou bem claro que “Lulu” não é o novo álbum do Metallica e nem é como o Metallica soará no seu novo trabalho, ao meio desta discussão sem fim o Metallica liberou o EP “Beyond Magnetic” (2011) onde são quatro musicas que não entraram no “Death Magnetic” de 2008, canções que foram apresentadas nos shows de 30 anos de existência da banda onde foram quatro apresentações e em cada uma tocando uma música inédita.

“Hate Train” abre o EP no melhor estilo Metallica dos anos 90 com uma levada que lembra as composições mais rápidas de “Reload” (álbum de 1997), mas não deixe se enganar, pois temos riffs inspiradíssimos e uma melodia vocal de encantar, com um refrão que gruda na cabeça e um fato surpreendente: Kirk Hammett solando sem usar o “HUA HAUA”, um ponto positivo pois nos últimos anos estava abusando demais deste recurso, fazendo seus solos ficarem praticamente iguais.

“Just A Bullet Away” vem na mesma levada, porém com uma simplicidade maior nos riffs, mas não menos cativante mostrando que uma simples composição pode se tornar grandiosa. Mais uma vez destaque a James com suas melodias vocais inspiradíssimas e desta vez Lars Ulrich (bateria) e Robert Trujillo (baixo) em total sintonia, apesar de Lars não ter mais aquela pegada dos anos 80, mas é um baterista que posso dizer que é único, com assinatura em tudo que toca, pois ao tocar uma simples nota você já diz “é o Lars” e isso é um diferencial para o Metallica ao longo desses 30 anos. Comprove você mesmo nesta faixa se não temos aqui todas as assinaturas do mestre Ulrich.

“Hell And Back” poderia muito bem ter entrado em “Load” de 1996 ou “ReLoad”, pois lembra muito as composições desta época com riffs limpos e uma certa acelerada para o final com uma melodia mais comercial, mas sem tirar o brilho da composição que com certeza deve soar muito bem ao vivo.

E por fim a música que lembra mais o Metallica dos anos 80: “Rebel Of Babylon”. Com riffs palhetados, solos e duetos criativos, Trujillo segurando a cozinha com precisão, Lars sentando o braço literalmente aliado as vociferações mais do que inspiradas do mestre James Hetifield, realmente uma música que deve funcionar muito bem ao vivo e trazendo à tona aquele Metallica inspirado e criativo.

O Metallica realmente não precisa provar nada para ninguém, falar do seu legado e as bandas a quais influenciaram ao longo desses 30 anos é chover no molhado, ai está a prova que a banda tem muita lenha para queimar e podemos sim esperar um verdadeiro álbum METALLICA.

Tracklist
01 Hate Train
02 Just A Bullet Away
03 Hell And Back
04 Rebel Of Babylon

Formação
James Hetfield (vocal e guitarra)
Kirk Hammett (guitarra)
Robert Trujillo (baixo)
Lars Ulrich (bateria)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Beyond Magnetic - Metallica

5000 acessosMetallica: Três décadas fazendo música relevante

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
A música preferida dos fãs nos shows ao vivo

245 acessosMeshuggah: e se "Bleed" tivesse a bateria de "St. Anger"?308 acessosMetallica: vídeo profissional de "Creeping Death" em Miami0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
CJ Ramone diz porque se recusou a tocar na banda

Axl RoseAxl Rose
Chatice e as estranhas festas para impressionar o Metallica

RadioheadRadiohead
O que Lars Ulrich pensa da banda? E Kirk Hammett?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Bruce Dickinson e Leopoldo Pacheco

HumorHumor
Os dez maiores picaretas da música internacional

Frances BeanFrances Bean
Filha de Kurt Cobain assustada com tatuagem de fã

5000 acessosSeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca5000 acessosSaúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais5000 acessosCensura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádio5000 acessosDave Grohl: "foi o melhor desastre da história da banda"5000 acessosRegis Tadeu: "Lemmy era tão poderoso que seu corpo não teve coragem de contrariá-lo"5000 acessosPaul Stanley: A dor e o drama de ser corno de um Caça-Fantasmas

Sobre Renato Sanson

Renato Sanson é gaúcho, dono do blog Heavy And Hell, redator e editor do site Road to Metal, fãnatico por Iron Maiden e também fãnatico por Thrash Metal, dentre suas atividades já foi colaborador do site Arena Heavy e vem somando em seu currículo diversas entrevistas internacionais e nacionais e com um objetivo trassado, unir o Metal nacional e mostrar a todos que temos a melhor cena do mundo. Siga Renato Sanson no Twitter: @RenatoSanson e conheça seus dois veículos de comunicação: Heavy And Hell / Road to Metal.

Mais matérias de Renato Sanson no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online