Matérias Mais Lidas

Ronnie James Dio: por que a MTV e o Poison mataram o heavy metal, segundo eleRonnie James Dio: por que a MTV e o Poison mataram o heavy metal, segundo ele

Iron Maiden: 35 anos depois, fã acha easter egg em russo na capa de Somewhere in TimeIron Maiden: 35 anos depois, fã acha easter egg em russo na capa de Somewhere in Time

Rock Star: a inusitada resposta que Zakk Wylde deu ao ser convidado para o filmeRock Star: a inusitada resposta que Zakk Wylde deu ao ser convidado para o filme

Mötley Crüe: Corabi aceita envelhecimento e decide que não vai mais tingir o cabeloMötley Crüe: Corabi aceita envelhecimento e decide que não vai mais tingir o cabelo

John Petrucci: guitarrista do Dream Theater ouviu só um disco este ano, sem pararJohn Petrucci: guitarrista do Dream Theater ouviu só um disco este ano, sem parar

Led Zeppelin: banda posta vídeo de 20 minutos de performance arrebatadora de 1970Led Zeppelin: banda posta vídeo de 20 minutos de performance arrebatadora de 1970

Metallica: a curiosa forma como James Hetfield apresentou Frantic em show recenteMetallica: a curiosa forma como James Hetfield apresentou "Frantic" em show recente

Kerrang: 14 músicas gravadas por bandas de rock e metal que são assustadorasKerrang: 14 músicas gravadas por bandas de rock e metal que são assustadoras

Slash: ouça trecho de novo single que sai ainda esta semanaSlash: ouça trecho de novo single que sai ainda esta semana

Mayhem: Necrobutcher nega ter deixado a banda e afirma que Euronymous era um cuzãoMayhem: Necrobutcher nega ter deixado a banda e afirma que "Euronymous era um cuzão"

Dream Theater: Suas 5 melhores músicas, segundo os leitores da RevolverDream Theater: Suas 5 melhores músicas, segundo os leitores da Revolver

Lista: 50 hits do rock que agradam até mesmo quem não é fã de música pesadaLista: 50 hits do rock que agradam até mesmo quem não é fã de música pesada

Pearl Jam: banda virá ao Rock in Rio 2022, de acordo com jornalistaPearl Jam: banda virá ao Rock in Rio 2022, de acordo com jornalista

Dream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus showsDream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus shows

Dave Grohl: músico surpreende ao citar quem será a próxima grande estrela do rockDave Grohl: músico surpreende ao citar quem será a próxima grande estrela do rock


Tunecore 2

Draconian: Clichê, mas quem disse que isto é ruim?

Resenha - A Rose for the Apocalypse - Draconian

Por Pierre Cortes
Fonte: Blog Heavy Nation
Em 16/10/11

O último lançamento do DRACONIAN, o álbum "Turning Season Within", foi em 2008. O tempo passou e somente agora, em 2011, estes suecos nos brindam com seu quinto e mais recente trabalho. Sob o nome "A Rose for the Apocalypse" a banda mantém a mesma estrutura das obras anteriores: riffs lentos e pesados, bateria marcando forte, vocalizações masculinas guturais contrapondo-se às vozes femininas e suaves. Tudo isso resulta em um Doom Metal recheado de melancolia e tristeza.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A música de abertura, "The Drowning Age", começa devagar, quase silenciosa, meio enigmática e com um instrumental que vai aumentando até assumir maior rapidez e peso. Após pouco mais de dois minutos há uma rápida variação rítmica e os vocais masculinos ficam limpos e sussurrados, contribuindo assim para a criação de um clima mais atmosférico e denso. O trabalho segue com "The Last Hour Ancient Sunlight" e seus riffs tristes, solo de guitarra eficiente e muito peso. Certamente a melhor do álbum e também responsável por um clipe bem produzido e interessante. Um presente maravilhoso aos fãs. "End of the Rope" é a canção onde detectamos menor presença de vocalizações femininas: somente em dois trechos. "Dead World Assembly" é outra que chama atenção e inicia com uma guitarra que parece chorar. O final da "A Phantom Dissonance" praticamente emenda com "The Quiet Storm".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De uma maneira geral, "A Rose for the Apocalypse" é um álbum bastante homogêneo, mas não há muitas surpresas e nada soa inédito. As músicas possuem estruturas um tanto parecidas, até mesmo por conta da dinâmica do estilo. Se acompanhar o encarte, por exemplo, há trechos em que fica previsível quando será o momento em que o vocal feminino irá entrar. De qualquer forma isso não é um demérito para a banda. Seria injusto dizermos que esta obra apresenta grandes problemas. Pelo contrário, há pontos altos: o vocalista Anders Jacobsson possui uma voz forte e canta demonstrando grande fúria; a voz de Lisa Johansson é belíssima; e nitidamente percebemos a competência dos músicos. O que acontece é que o DRACONIAN realiza um álbum que é praticamente um clichê. E quem disse que isso é algo ruim? O clichê neste segmento, de modo geral, é bastante eficiente quando feito com propriedade. E aqui, além de funcional, é muito bom. Canções feitas por músicos talentosos com qualidade e que conseguem, ainda que utilizando uma fórmula pronta e usual, cativar e envolver.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Line-up:
Anders Jacobsson – Vocal
Lisa Johansson – Vocal
Johan Ericson – Guitarra
Daniel Arvidsson – Guitarra
Fredik Johansson – Baixo
Jerry Torstensson – Bateria

Faixas:
1. The Drowning Age
2. The Last Hour Ancient Sunlight
3. End of the Rope
4. Elysian Night
5. Deadlight
6. Dead World Assembly
7. A Phantom Dissonance
8. The Quiet Storm
9. The Death of Hours
10. Wall of Sighs

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Draconian: como vinho cada vez melhor conforme o tempo passa


Metal Calcinha: onze bandas lideradas por mulheresMetal Calcinha
Onze bandas lideradas por mulheres


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes.