Resenha - Nations Under Attack - Force

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Em matéria de thrash metal, a Kill Again Records (www.killagainrec.com) certamente é a que mais investe no estilo no Brasil, sempre apresentando boas bandas. Aliás, a gravadora talvez seja inclusive um dos motivos desse resgate no país. Ainda bem.

Dragonforce: ouça novo single da banda, "Heart Demolition"Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estrada

Dessa vez, a banda por ela trazida é a paraguaia The Force, uma enorme surpresa que invade nossos ouvidos. Mesmo desconhecida por aqui, não tardará para que esteja entre as mais comentadas pelos fãs que têm a Violator como referência do thrash old school.

Sem enrolação nem nada, o disco já começa com a melhor composição - "The Barracks" - e o que logo chama a atenção é a velocidade absurda das palhetadas de Carlos Carvallo e Mike Martinez, responsável também pelos vocais. De verdade, os caras têm uma agilidade impressionante nas seis cordas! Em especial nos riffs cavalgados, o resultado é fantástico.

A verdade é que no restante do material, as guitarras continuam dominando com sua técnica, velocidade e ótimos riffs. Parabéns mais uma vez à dupla. É claro que eles não teriam sucesso se não estivessem acompanhados pelo baixo de Juan Barrion (de forma discreta, mas uma beleza) e do baterista Luis Almada. Esse último toca principalmente naquela batida rápida, na levada de "Piranha" (Exodus). Aliás, é essa a batida que domina cerca de 70% de "Nations Under Attack".

Quanto aos vocais de Martinez, são gritados, nada de gutural ou algo do tipo. Combinam com o som da The Force, eu conta com backing vocals em coro. Boa!

Outros destaques ficam por conta de "The Longest Day", um som bem trabalhado, e "Neckbreaking Metal", com riffs melódicos e o solo bem encaixado. Pode ser considerada a "Whiplash" (Metallica) do CD e com uma curiosidade: a canção é cantada em inglês com partes em guarani, língua nativa do quarteto.

A gravação está levemente abafada, remetendo um pouco às antigas produções do thrash e o encarte é bastante simplificado, com uma capa bem legal, embora um pouco escura. Tudo bem, porque, já falei outras vezes, o mais importante aqui é a música, e nisso, a The Force se dá muito bem.

"Nations Under Attack" é outro bom exemplo de que o thrash metal old school voltou com classe e pelo visto, veio mesmo para ficar. E o melhor é ver que as bandas do estilo fazem bonito, deixando o estilo sempre interessante e longe de ser enjoativo. Que essa onda continue a render bons frutos.

The Force - Nations Under Attack
Kill Again Records - 2010 - Paraguai

http://www.myspace.com/theforcethrash

Tracklist
1. The Barracks
2. Nations Under Attack
3. Doomsday
4. The Longest Day
5. Neckbreaking Metal
6. Nightlords
7. Fight Till the End
8. Stamped of a Thousand Stallions




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dragon Force"


Dragonforce: ouça novo single da banda, "Heart Demolition"DragonForce: Baixista Frédéric Leclercq deixa a banda

Dragonforce: banda revela detalhes do próximo álbumDragonforce
Banda revela detalhes do próximo álbum

Power Metal: 10 álbuns essenciais do estiloPower Metal
10 álbuns essenciais do estilo

Ultimate Guitar: 12 bandas que nunca mudamUltimate Guitar
12 bandas que nunca mudam

Dragonforce: e quando o público não sabe a letra?Dragonforce
E quando o público não sabe a letra?


Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estradaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas

Bon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer""Cê tá de brincadeira, né?": quando grandes nomes vacilamJudas Priest: respeito mútuo com ex-colegas está acabando, diz K.K. DowningTiago Della Vega: o guitarrista mais rápido do mundo?

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.