Immortal: DVD é um sonho para qualquer fã de Black Metal

Resenha - Seventh Date of Blashyrkh - Immortal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Mais uma vez a Laser Company vem nos agraciar com esse petardo, um sonho para qualquer fã de black metal. Hail, Laser Company!
1867 acessosAmon Amarth: show quase não acontece, mas é um sucesso5000 acessosAC/DC: 10 músicas de outros artistas que parecem da banda

Como sempre, uma análise do material por fora e por dentro. A capa do trabalho é bastante simples, com uma foto do show e só. Bom, em se tratando da Immortal, imagino que os caras queriam crueza, e daí essa opção. Beleza, mas acompanhando o material, existe um livrinho feito de papel luxuoso, com fotos dos integrantes e a ficha técnica. Nada de excepcional também, mas dá até pena de mexer, para não deixar as impressões digitais. O que será que reserva o vídeo?

Colocando o disco no aparelho, fiquei surpreso ao constatar que ele mal apresentou a famosa cartela de advertência, e foi direto para o menu. Aliás, este é bastante simples, apresentando apenas as opções de ver o show ou selecionar a música. Sendo mais claro: não há extras. Tudo bem, vamos ao principal então...

A primeira coisa percebida é que o show está em widescreen, ufa! Trata-se da apresentação do trio no Wacken Open Air de 2007. O começo causa uma expectativa tremenda, dando uma sensação muito legal e divertia. Abrem-se os portões do inferno com um puta clássico – “The Sun No Longer Rises” – porradaça sem dó, com direito a uma paradinha muito bacana. Início muito bom! Depois, vem a bela e destruidora “Withstand the Fall of Time”, trazendo uma carga pesada e visceral à apresentação.

O começo impressionante de “Sons of Northern Darkness” arrepia, especialmente por ser tocada mais rapidamente do que na versão de estúdio. Pena que as câmeras não focalizaram Horgh na introdução da música, mas beleza. Demais! E interessante constatar que até em sons mais lentos, como “Tyrants”, os fãs correspondem. Basta ver seu fascínio em uma nova paradinha no meio da música, incrível.

“One by One” e “Wrath from Above” estão espetaculares, em especial essa última, devido ao excelente jogo de luzes no palco! Talvez as duas mais empolgantes da noite, só isso.
Que beleza! Em “Unholy Forces of Evil”, bateria e baixo se mantêm firmes enquanto Abbath, sempre ele, dá um show de pirotecnia espirrando jatos de fogo para todos os lados. Tem coisa mais true do que essa?

E chega a hora da minha favorita – “Unsilent Storms in the North Abyss”. SEM COMENTÁRIOS!!! Tudo bem, só um, de um momento hilário: no finalzinho do som, o vocalista/ guitarrista caminha meio que dançando e batendo cabeça de uma forma estranhíssima, muito bizarra. Nunca tinha visto isso e confesso que dei umas boas risadas.

“At the Heart of Winter”, que vem na sequência, é um hino técnico que não poderia ficar de fora. Muito foda ao vivo e executada com perfeição. A mais infernal de todas – “Battles in the North” – é absurda, muito, muito empolgante, putz! Uma onde de horror invade o corpo, tamanha a violência da canção. Após o massacre, uma vermelhidão intensa invade o palco, anunciando a última da noite – “Blashyrkh (Mighty Ravendark)”. Novamente a iluminação rouba a cena e a Immortal encerra sua memorável apresentação de forma até repentina. Realmente uma pena, porque não se percebe quase uma hora e dez passando quando o DVD está no “play”. Minha pequena ressalva é que faltou uma “Triumph” aí no meio, mas dada a grandiosidade da apresentação, esse “pecado” passa.

A performance dos noruegueses é bastante agitada. Parecem estar possuídos, esbanjando muito vigor. E para constar, muito legal a atitude dos caras, mostrando que não é necessário ficar posando de fodão só por tocar o tipo de música que a Immortal executa. Abbath sabe entreter o pessoal, utilizando de humor e sempre cativando os fãs. Ele, com seu vocal único, é muito carismático e tem o público nas mãos. Quanto à sua habilidade na guitarra, acho até dispensável comentar, de tão fenomenal. Já Horgh, sempre criativo, toca à velocidade da luz com uma facilidade espantosa. Apollyon também não descansa, e bate cabeça do início ao fim. O trio sabe mesmo como extrapolar sua ira ao vivo.

No geral, os riffs são lindíssimos e bastante técnicos. A Immortal conseguiu se diferenciar das outras bandas de black e ao mesmo temo, nunca deixou as características do estido de lado. Como pode?

Som está muito bom. O único senão fica por conta do chimbau, que encobre as batidas da caixa nos blast beats, e o volume do baixo poderia estar mais alto. Quanto à edição do material, calca-se no estilo tradicional, sem nenhum elemento “maldoso” que chame maior atenção. Mas a fotografia no geral é muito boa, com grandes enquadramentos.

A Immortal mostrou porque é uma das mais queridas e respeitadas bandas de black metal do mundo. Um DVD para ser visto muitas e muitas vezes! Definitivamente, um dos melhores a que já assisti. Opa, e pra finalizar, o DVD vem acompanhado do CD com as músicas da apresentação. FODA!!!

Depois de tudo isso, fica a torcida para que chegue logo o mês de outubro, dia 18 mais especificamente. É nessa data que a banda toca no Brasil. Se os caras tocarem como nesse DVD aqui, posso garantir que será um dos show mais intensos que o Brasil já teve!!!

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

DVD Immortal – The Seventh Date of Blashyrkh
Laser Company - 2010 - Noruega
http://www.myspace.com/immortalofficial

Tracklist
1. Intro
2. The Sun No Longer Rises 05:06
3. Withstand the Fall of Time 09:00
4. Sons of Northern Darkness 04:48
5. Tyrants 07:33
6. One by One 05:26
7. Wrath from Above 05:36
8. Unholy Forces of Evil 06:57
9. Unsilent Storms in the North Abyss 03:13
10. At the Heart of Winter 08:10
11. Battles in the North 05:22
12. Blashyrk (Mighty Ravendark) 06:16
Total playing time 1:07:20

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Amon AmarthAmon Amarth
Show quase não acontece, mas é um sucesso

824 acessosAbbath: confirmado meet and greet gratuito com fãs em SP0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Immortal"

Luís RicardoLuís Ricardo
Rockstars mostram como se cospe fogo de verdade!

Metal norueguêsMetal norueguês
As dez melhores bandas segundo o About.com

AbbathAbbath
Em vídeo, seu "ataque" bêbado no palco em Nova York

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Immortal"

AC/DCAC/DC
10 músicas de outros artistas que parecem da banda

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Janis Joplin muito antes da fama

SlayerSlayer
A trágica história do fim de Jeff Hanneman

5000 acessosRob Halford: "Heterossexuais não conseguem cantar no Judas"5000 acessosA morte das grandes bandas: vá a todo show grande que puder5000 acessosSpin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos5000 acessosRita Lee: lambo o Serguei de graça!5000 acessosThe Voice: candidato faz power metal cantado em português5000 acessosSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online