Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs


Sabre: Músicas diversificadas, divertidas e agradáveis

Resenha - Rock N' Road - Sabre

Por Otávio Augusto Juliano
Em 29/07/11

Nota: 9

Não tem nada melhor do que receber um bom álbum de Rock para resenhar! Ainda mais quando se trata de uma banda brasileira divulgando seu material e buscando espaço em meio às milhões de duplas sertanejas que tomam conta das rádios e casas de show do país.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Até então desconhecida para mim, a banda SABRE já me agradou logo nos primeiros minutos da faixa de abertura do EP "Rock N’ Road", o quarto trabalho deste grupo catarinense, em atividade desde 2004.

Não costumo cansar o leitor com análise faixa-a-faixa do álbum, mas nesse caso são somente 5 músicas no EP e valem algumas rápidas palavras sobre cada uma das canções:

1 – "Rock N’ Road": faixa que dá nome ao EP e já começa com riffs que levam o ouvinte a imitar o som da guitarra com a boca e as mãos. A música tem uma levada muito interessante e ótimas linhas vocais. Abertura para ganhar o ouvinte logo de cara.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

2 – "Danger": na mesma pegada da faixa anterior, essa segunda canção igualmente empolga, em uma levada mais rápida e com destaque para a sonoridade da bateria. E ainda há espaço para uma mudança de direção no meio da música, com a inserção de uma guitarra flamenca. Muito legal.

3 – "One And Only": depois de duas verdadeiras amostras do Rock da banda, essa terceira faixa chega para acalmar os ânimos. Letra e melodia que se encaixam muito bem!

4 – "Eyes To See": ainda no clima de balada, esta faixa chega com um violão que remete diretamente à música "More Than Words", do EXTREME. É uma canção nessa mesma direção e realmente as linhas de violão lembram bastante o EXTREME. É a segunda amostra de que o SABRE sabe fazer boas baladas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

5 – "82´": para fechar, a escolhida pela banda é uma divertida canção com pitadas de Country Music, som de violinos e ainda com direito a tiros de "bang bang" durante a execução. Parece aquelas músicas de filme de faroeste e mostra como o vocalista Elias Scopel sabe dar vida a cada umas das canções do EP.

Lançado em SMD (Semi Metalic Disc), material mais em conta e com um preço de venda final mais acessível ao público, "Rock N’ Road" é totalmente recomendado. O SABRE não é aquela banda que vai revolucionar ou inovar o Hard Rock, mas transmite paixão nas canções e mostra que é uma banda composta por músicos que sabem fazer Rock simples e honesto, com músicas diversificadas, divertidas e agradáveis de ouvir.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Banda SABRE: foi um prazer conhecê-la!

Mais informações:
http://www.myspace.com/sabrerock

Contato: [email protected]

Nacional - Independente

Formação:

Elias Scopel Liebl - vocal e guitarra
Jean Medeiros - baixo
Filipe Argenton - bateria

Track List:

01. Rock n´Road
02. Danger
03. One And Only
04. Eyes To See
05. 82´

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano.