Allegiance: Viking black para fãs de metal em geral

Resenha - Hymn Till Hangagud - Allegiance

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Logo de cara, a informação que não pode ficar de fora: a banda conta com o ex-baterista do Marduk Fredrik Anderson. Mas não esperem toda a violência que ele manifestou em sua antiga banda. Bom, ao menos, não nesse disco aqui. Melhor dizendo: na época em que imperou nas baquetas "mardukianas", produziu uma porrada atrás da outra. É só ouvir os clássicos "Nightwing" ou "Panzer Division Marduk", por exemplo, para sacar o naipe do cara. Já nesse "Hymn Till Hangagud", sua banda paralela até então, mostrou seu lado mais talentoso e trabalhado. Mas acalmem-se, que aqui tem brutalidade, e não é pouca.

Heavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"Queen: algumas curiosidades sobre a banda

Após o grande parágrafo comparativo, hora da análise das músicas. A coisa começa ao som de ventos, violões e espadas, no melhor estilo viking metal, ou viking black, como eles classificam. Trata-se de "Höfdingadrapa", cheia de alternâncias de ritmos e melodias em seus mais de oito agradáveis minutos de duração.

A música mal acaba, e já é emendada na violenta "De Nordiska Lagren", outra grande obra do disco. Aliás este, por sua vez, mantém o nível lá em cima em toda a sua plenitude. Assim sendo, podem acreditar: difícil dizer qual a melhor faixa. Cada uma delas parece ter seu brilho particular. Mas não posso deixar de citar o começo irresistível de "Den Kristnes Död", cuja levada veloz te faz bater cabeça involuntariamente; ou os riffs, mudanças de ritmo, e um solo de baixo (!) que faz qualquer banger perder o fôlego em "The March of Warlike Damned".

Não há como negar. Quem rouba a cena é o baixista. A habilidade do cara é fora do normal. É o tipo de coisa que quebra aquele estigma muito falado de que as quatro cordas não são necessárias nos conjuntos musicais, já que supostamente ninguém os ouve. Que absurdo!

Bem, e o final do disco segue fiel à atmosfera medieval que percorre o CD, terminando com sons de cavalgadas e relinchos. Um encerramento primoroso. De modo geral, é interessante sacar as excelentes e ricas estruturas das músicas. Além disso, a produção é muito boa em se tratando de uma obra lançada há 15 anos.

Curiosidades: os dois trabalhos posteriores - "Blodörnosoffer" (1997) e "Vrede" (1999) - também são bons, contudo a Allegiance perdeu um pouco de sua originalidade ao fazer trabalhos parecidos com os da banda principal de Fredrik Anderson (na época), o citado Marduk. E atualmente consta que o ex-baixista B. War compõe o atual line up. Agora veja como o mundo dá voltas. O som que o Marduk executa hoje em dia lembra esse material aqui, no que se refere à diversificação da sonoridade. Interessante, não?

Enfim, podem (e devem) adquirir (se ainda encontrarem) "Hymn Till Hangagud" sem medo. Agradará a fãs de metal em geral, não somente os de black e viking.

Allegiance - Hymn Till Hangagud
No Fashion Records - 1996 - Suécia

Tracklist
1. Höfdingadrapa 08:15
2. De Nordiska Lagren 06:20
3. The Third Raven 04:01
4. Himmelen Ramnar 06:17
5. Den Kristnes Död 04:10
6. The March of Warlike Damned 08:56
7. Stridsfärd 03:47
8. Spjutsängen 05:26

Total playing time 46:58




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Allegiance"


Heavy Metal: cristãos podem aprender muito com o gêneroHeavy Metal
"cristãos podem aprender muito com o gênero"

Queen: algumas curiosidades sobre a bandaQueen
Algumas curiosidades sobre a banda

Iron Maiden: A tour de Powerslave quase acabou com a bandaIron Maiden
A tour de Powerslave quase acabou com a banda

Galeria de fotos: 13 motivos para gostar de Rock N RollCannibal Corpse: o pescoço gigante de George FisherEm 21/08/1989: Morre Raul Seixas, que seria encontrado morto no dia seguinteQueen: Discografia Comentada - do pior ao melhor

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.