Bruno Masquio: virtuosismo que surge com naturalidade

Resenha - Brainstorm - Bruno Masquio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Depois de um boom entre o final da década de 80 e a primeira metade dos anos 90, os discos instrumentais foram quase que abandonados, pois músicos como STEVE VAI, JOE SATRIANI, VINNIE MOORE e outros, que conseguiram firmar seu nome no mercado, monopolizaram o público e, basicamente, fecharam as portas para muitos. Mesmo porque a saturação do estilo foi absurda, e muitos músicos nem tinham tanto cacife assim.
5000 acessosGuitarristas: 15 músicos que provavelmente você não conhece5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja

Hoje em dia, é um recurso bem pouco utilizado, e mesmo no auge, por músicos que não sejam ases das 6 ou 7 cordas, mesmo porque alguns fogem do Rock e fazem incursões em outros estilos musicais em viagens nem sempre bem sucedidas, e confesso que não sou lá fã de música assim, pois virtuosismo muitas vezes cheira a egolatria mal administrada.

Mas este CD que aqui é bem diferente, e como!!!!

‘Brainstorm’, primeiro CD solo do baixista Bruno Masquio, que tem no currículo passagens por bandas como NUKEN, e foi o baixista dos shows de Steve Grimmet no Brasil, logo, ótimas referências é o que não faltam. E olhe bem que não sou exatamente um fã de discos instrumentais, mas dou meu braço a torcer: O disco é, sem sombra de dúvidas, bem superior a outros que são idolatrados por aí em se tratando de trabalhos instrumentais, porque Bruno orienta seu trabalho não para uma mostra de virtuosismo, que surge CD com extrema naturalidade, mas para composições muito bem feitas e estruturas melódicas que, apesar de intrincadas, são de muito bom gosto e o melhor de tudo que é bem pesado, que vem à mente o clima forte de um ‘Surfing with the Alien’.

Produção visual bem cuidada e simples, pois de forma bem subjetiva, o conceito do álbum é passado; e a sonorização é ótima, permitindo que cada instrumento seja ouvido sem priorizar este ou aquele instrumento, apesar do baixo se sobressair de forma bem natural.

O CD abre com a pesada e cativante ‘Warfare’, onde há a participação de Hugo Gonzalez nas guitarras. ‘Under Fire’ é mais melodiosa, onde Gustavo Di Pádua nas guitarras faz um solo endiabrado, e o baixo faz ótimas incursões. Em ‘High Tide’, tem-se uma faixa um pouco mais virtuosa, mas bem estruturada; em ‘Road of Fire’, mais um tema pesado e seco, e mais um guitarrista convidado faz bonito, que é Izael de Castro. Já em ‘Angels Call’, temos uma belíssima música onde o baixo é priorizado, sem guitarras. Depois, vem o destaque do CD, a belíssima ‘First Step’, uma música mais lenta e intensa, com ótimas passagens de teclados (cortesia de Bruno Sá), em um verdadeiro linimento aos ouvidos torturados pelas ‘músicas’ mais populares que tocam nas rádios e que, em geral, algum imbecil teima em tocar alto. A coisa torna a ficar pesada em ‘So Far’, onde o Fender de Bruno faz arranjos belíssimos, alternando climas pesados e rápidos com outros mais sensíveis, quase uma ode ao IRON MAIDEN em certos aspectos. ‘Hypnosis’ tem um título bem sugestivo, pois é uma pancada bem pesada, mas que não dá para não ficar parado, e ‘Sonic Boom’ é outra faixa bem agressiva, com leves toques de Jazz. E vejam que nenhuma faixa passa dos 4 minutos e poucos segundos, o que não cansa os ouvidos de forma alguma.

Parabéns ao Bruno, pois fez um trabalho hiper bem feito e corajoso a termos de Brasil, chegando a ser bem reconhecido lá fora.

Que tal todos darem um pouco mais de valor ao produto nacional?

Tracklist:
01. Warfare
02. Under Fire
03. High Tide
04. Road of Fire
05. Angels Call
06. First Step
07. So Far
08. Hypnosis
10. Sonic Boom

Contatos:
- Link direto para a compra do CD: www.BrunoMasquio.com/brainstormvenda
- Site Oficial: www.BrunoMasquio.com
- Twitter: www.twitter.com/BrunoMasquio
- Downloads gratuitos: http://www.4shared.com/dir/12923847/6022ad7f/BrunoMasquio.html
- Orkut: www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=83182949

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bruno Masquio"

GuitarristasGuitarristas
15 músicos que certamente você não conhece

Roqueiros conservadoresRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

LGBTLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

5000 acessosGaleria - Tatuagens em homenagem ao Kiss5000 acessosSlayer: Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merda5000 acessosFotos de Infância: Jon Bon Jovi5000 acessosSonata Arctica no Brasil: "Achavam que éramos os caras do Guns"5000 acessosVozes: As 50 maiores da história do Rock5000 acessosAxl Rose: o relógio invocado que custa o preço de um apartamento

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online