Lacuna Coil: exemplo de DVD interessante e diferenciado

Resenha - Visual Karma - Lacuna Coil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Com o avanço dos downloads e o retrocesso do compact disc, o mundo da música precisou se adequar a esse novo momento. As bandas, que valorizam ainda mais suas apresentações ao vivo, vêm buscando colocar no mercado lançamentos cada vez mais interessantes e diferenciados. No heavy metal, o quadro não é diferente e o DVD quádruplo "Visual Karma" - dos italianos do LACUNA COIL - é o maior exemplo disso.

Apocalyptica: banda vai excursionar na América do Norte com Lacuna Coil em 2020Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora esteja recheado de material extra, a apresentação da banda no Wacken Open Air 2007 é o que há de mais importante nesses quatro DVDs. O show - com cerca de cinquenta minutos - exibe toda a eficiência e todo o comprometimento do LACUNA COIL sobre o palco. Com treze anos de carreira, Cristina Scabbia (vocal), Andrea Ferro (vocal), Cristiano Migliore e Marco Biazzi (guitarras), Marco Coti Zelati (baixo) e Cristiano Mozzati (bateria) mostram toda a experiência adquirida em torno de quatro discos de estúdio.

No entanto, o LACUNA COIL vem assumindo um direcionamento musical novo desde o álbum "Comalies" (2002). Com uma sonoridade distante do metal gótico dos dois primeiros discos, a apresentação no Wacken 2007 - extremamente focada em "Karmacode" (2006) - é nitidamente um reflexo dessa nova postura. De qualquer modo, é inegável a qualidade técnica desse registro ao vivo. Os italianos conseguiram atingir um nível de excelência técnica - tanto de imagem como principalmente de som - que coloca "Visual Karma"em um nível muito acima na comparação com outros títulos capturados nesse mesmo evento.

Desde a abertura com "To the Edge", o repertório dos italianos parece privilegiar as músicas recentes de maior impacto. "Fragments of Faith" e "Swamped" - uma das poucas retiradas do álbum "Comalies" (2006) - ressaltam ainda mais essa característica. Em cena, é impossível não destacar a desenvoltura e o carisma de todos os músicos. Não há dúvidas que Cristina Scabbia é a maior estrela do LACUNA COIL. Entretanto, Andrea Ferro é um excepcional cantor e contribui intensamente para a qualidade acentuada do espetáculo.

Entre os poucos deslizes que os italianos cometem, o mais evidente está relacionado com o set do show. Embora tenham a intenção de apresentar o recente "Karmacode" (2006) para o público, algumas composições desse disco soam mornas e não repercutem positivamente junto à plateia. "In Visibile Light" e "Closer", mesmo com características opostas, mostram claramente isso. Da mesma forma, a escolha de "Sezafine" - a única do clássico "Unleashed Memories" (2001) e cantada em italiano - evidencia a maneira errônea que o LACUNA COIL olha para o seu próprio passado.

Depois da pesada "What I See", o show encerra com o que Cristina Scabbia & Cia. tem de melhor para oferecer aos fãs. "Enjoy the Silence" (DEPECHE MODE) e "Heaven's a Lie" são executadas antes da derradeira "Our Truth" - provavelmente o maior sucesso de "Karmacode" (2006). Com influências que passeiam entre os riffs extremamente pesados e uma dose acentuada de melodia, essas três composições agitaram bastante o imenso público - que vem de todos os cantos do planeta - para acompanhar o Wacken Open Air.

Entretanto, o DVD 1 de "Visual Karma" não se encerra junto com o show do Wacken. Com o mesmo destaque, há o espetáculo que o LACUNA COIL preparou para o Loudpark Festival - registrado pela MTV japonesa - no mesmo ano. Com um set bem mais curto, os italianos repetiram grande parte da apresentação anterior, mas trouxeram duas músicas que não haviam sido apresentadas no evento europeu.

Com uma qualidade de áudio e de imagem que não consegue superar ao do show alemão, há pouco o que comentar sobre o espetáculo do Loudpark. Os músicos italianos reproduziram exatamente a mesma postura sobre o palco - os gestos e a interação com o público. De qualquer modo, "To the Edge" abre a apresentação da mesma maneira espetacular de outrora. "Swamped" e "Our Truth" são ovacionadas como no Wacken Open Air enquanto que "Closer" pareceu fazer mais sucesso com a plateia japonesa do que com os fãs europeus.

Em vinte e cinco minutos de show, o LACUNA COIL trouxe ainda a balada "Within Me" e a atmosférica "Daylight Dancer". O espetáculo - que não possuiu o mesmo impacto positivo da outra apresentação - acaba entrando em "Visual Karma" muito mais como conteúdo extra do que como o que há de mais de relevante. Do mesmo modo, os videoclipes de "Our Truth", "Enjoy the Silence", "Closer" e "Within Me" complementam esse primeiro disco do box.

No DVD 2 está o que existe de mais curioso em "Visual Karma". Em "The Band", há vídeos produzidos pelos integrantes do LACUNA COIL que contam um pouco as suas vidas. Cristina Scabbia fala um pouco mais sobre projeto Rezophonic, que tem levado água para as crianças africanas. Com o título "Inside Milan", Andrea Ferro apresenta os principais pontos turísticos da cidade natal do grupo em um vídeo bastante amador. Marco Biazzi e Marco Coti Zelati gravaram dois vídeos curtos - com uma dose de humor acentuada - em que mostram o seu dia a dia distante dos compromissos com a banda.

Com legendas em português, todos os vídeos extras - que possuem entre cinco e dez minutos de duração - contam com uma qualidade de imagem/som bem abaixo da média. No entanto, nenhum deles tem o seu entendimento comprometido pelo amadorismo evidente. Em "Behind the Scenes", os vídeos mostram os bastidores do LACUNA COIL durante a turnê pela Austrália e pelo Japão em 2007. Entre imagens de shows, camarim e de passeios turísticos, o que se destaca está relacionado à turnê ao lado do MEGADETH na Oceania. Com seqüências de cinco minutos, o "Behind the Scenes" evidencia o quanto Cristina Scabbia & Cia. são simpáticos e como o ambiente entre os músicos é agradável.

Depois do making of dos videoclipes "Our Truth" e "Closer" - que mostram todo o trabalho intenso da produção e o comprometimento dos músicos que atuaram em ambos - "Visual Karma" possui uma seção dedicada exclusivamente aos fãs. Em "Breaking the Code: The Fans", o DVD apresenta dez contribuições criadas por eles. De países como Estados Unidos, Japão e Ucrânia, são encontrados videoclipes caseiros, animações, desenhos apresentações ao vivo do LACUNA COIL e até um remix à "Alvin e os Esquilos". Em "Empty Spiral Interview", por outro lado, há uma pequena entrevista realizada com Cristina Scabbia a respeito da trajetória do grupo, assinada pelo site de mesmo nome - que é uma iniciativa de um grande fã da banda.

Além disso, outras três versões remix de "To the Edge" - produzidas por gente da Polônia, da Alemanha e dos Estados Unidos - acompanham o "Breaking the Code: The Fans" juntamente com uma galeria de fotos. O box "Visual Karma" se encerra com o DVD 3 - que conta apenas com o disco "Karmacode" (2006) remixado em 5.1 - e com um CD bônus que contém áudio do show do Wacken 2007 na íntegra.

Com mais de cinco horas de conteúdo, "Visual Karma" é um dos itens mais relevantes para os fãs do LACUNA COIL. Os quatro DVD's - revestidos por uma embalagem especial - contam praticamente todos os desdobramentos que envolvem o álbum "Karmacode" (2006). Certamente, o tempo ainda irá dizer se esse disco é merecedor de um lançamento de representatividade como "Visual Karma". Em versão nacional, esse grandioso box está acessível aos verdadeiros fãs da banda no Brasil.

DVD:

Wacken Open Air:

01. Intro/To the Edge
02. Fragments of Faith
03. Swamped
04. In Visible Light
05. Fragile
06. Closer
07. Senzafine
08. What I See
09. Enjoy the Silence
10. Heaven's a Lie
11. Our Truth

Loudpark 2007:

01. Intro/To the Edge
02. Swamped
03. Closer
04. Within Me
05. Daylight Dancer
06. Our Truth




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Lacuna Coil"


Apocalyptica: banda vai excursionar na América do Norte com Lacuna Coil em 2020

Lacuna Coil: cinco shows no Brasil são confirmados para 2020Lacuna Coil
Cinco shows no Brasil são confirmados para 2020

Lacuna Coil: banda estará em nova história em quadrinhos do BatmanLacuna Coil: Cristina Scabbia diz que sempre foi respeitada no meio do metalLacuna Coil: banda lança single exclusivo para Amazon MusicLacuna Coil: "gostaria que houvesse mais respeito pela música", afirma vocalistaLacuna Coil: ouça o novo álbum, Black AnimaLacuna Coil: ouça nova música, "Save Me"

Lacuna Coil: aprenda xingamentos em italiano com vocalistaLacuna Coil
Aprenda xingamentos em italiano com vocalista

Lacuna Coil: após polêmica, músico pede desculpa a brasileirosLacuna Coil
Após polêmica, músico pede desculpa a brasileiros


Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock

Led Zeppelin: Stairway To Heaven vale mais de US$500 milhões?Led Zeppelin
"Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336