Lamb Of God: ira mais focada e realmente consistente

Resenha - Wrath - Lamb Of God

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Com uma invejável estabilidade em sua formação, que continua a mesma desde o início de suas atividades, o Lamb Of God gerou cinco álbuns de estúdio que fizeram de sua discografia um exemplo de coerência, possibilitando que o conjunto se tornasse um dos nomes mais comentados da nova safra do Heavy Metal norte-americano. Ou seja: uma década realmente frutífera para a banda!

Kreator: banda divulga vídeo para promover tour com o Lamb Of God no ano que vemIron Maiden: curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Boa parte da mídia e público ficou curiosa após o próprio guitarrista Mark Morton anunciar, antes mesmo de as novas composições começarem a tomar forma, que a idéia seria fazer algo que fosse diferente de "Sacrament" (06). Bom, a coisa é mais ou menos isso mesmo... "Wrath" é propositadamente mais cru e agressivo, e, mesmo com algumas experiências, mantêm-se fiel à fórmula repleta de groove que possibilitou que o Lamb Of God chegasse aonde chegou.

Algo marcante neste disco são as vocalizações. Ainda que Phil Anselmo (Pantera) seja uma influência óbvia, Randy Blythe expandiu suas linhas vocais rosnadas, muitas vezes usando uma curiosa mescla de cantos gritados (ou gritos cantados?), cujo resultado ficou excelente. Outra adição que deu uma dinâmica diferente em algumas faixas foi a inclusão de seções acústicas em meio a toda a tensão elétrica, tendo na pegajosa "Grace" destaque neste quesito.

Com exceção da discutível decisão em reduzir consideravelmente os solos de guitarras, as novas canções soam muito bem, quase sinistras. Logo após a instrumental de abertura - tão inesperadamente melódica que pegará muitos de surpresa! - o Lamb Of God explode em pura distorção. "Set To Fail" é dona da melhor musicalidade, suas guitarras estão espetaculares; "Contractor" é outro exercício de velocidade e cadência brutal e, por fim, "Reclamation" fecha a audição com inúmeras mudanças de andamento, variação vocal e muito peso entremeado a alguns violões.

"Wrath" até soa diferente, mas apenas um pouco - e isso não é problema algum quando o repertório é repleto de pontos altos. Com uma ira conscientemente mais focada e realmente consistente, este é um disco que os fãs esperariam. E não é só indicado aos devotos da banda, pois qualquer amante do Heavy Metal contemporâneo terá grandes chances de apreciar estas canções!

Formação:
Randy Blythe - voz
Mark Morton - guitarra
Willie Adler - guitarra
John Campbell - baixo
Chris Adler - bateria

Lamb Of God - Wrath
(2009 / Roadrunner Records - importado)

01. The Passing
02. In Your Words
03. Set To Fail
04. Contractor
05. Fake Messiah
06. Grace
07. Broken Hands
08. Dead Seeds
09. Everything To Nothing
10. Choke Sermon
11. Reclamation

Homepage: www.lamb-of-god.com


Outras resenhas de Wrath - Lamb Of God

Lamb of God: "Wrath" é a ira em forma de música




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Lamb Of God"


Kreator: banda divulga vídeo para promover tour com o Lamb Of God no ano que vem

Lamb Of God: Chris Adler fala sobre a relação com membros da banda após saídaLamb Of God
Chris Adler fala sobre a relação com membros da banda após saída

Lamb Of God: 10 músicas que definem a vida do vocalista Randy Blythe

Lamb Of God: Chris Adler abre o jogo sobre sua saída da bandaLamb Of God
Chris Adler abre o jogo sobre sua saída da banda

Chris Adler: ele foi perguntar para Lars Ulrich se devia entrar no MegadethChris Adler
Ele foi perguntar para Lars Ulrich se devia entrar no Megadeth

Guitarra: dez canções mais difíceis pra quem tem mãos pequenasGuitarra
Dez canções mais difíceis pra quem tem mãos pequenas


Iron Maiden: curiosidades sobre o The Number Of The BeastIron Maiden
Curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Metal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheadsMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adGoo336