Alto Teor de Revolta: Hardcore com muito a dizer

Resenha - Compartilhando a Míséria, Usufruindo o Nada - Alto Teor de Revolta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma característica do hardcore que sempre me fez admirar o estilo é a necessidade de conscientizar o público sobre o caos e a miséria que rondam nosso planeta. Bandas investem seu tempo pesquisando e criando letras realmente expressivas, o que é admirável. É claro que não são apenas as bandas politicamente corretas que devem ser reverenciadas, mas é muito legal que alguns músicos protestem de maneira clara, sem a censura que imperou em nossa música na época da ditadura militar. O Alto Teor De Revolta foi formado em 2004 e este CD gravado em 2006, com um encarte explicativo sobre o processo de composição de cada um dos 7 temas do trabalho.
5000 acessosPlanet Rock: as maiores vozes da história do rock5000 acessosBlack Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

De cara “Lágrimas” escancara a realidade num hardcore pesado e lento, seguida pela mais rápida “Terra” (vale citar que a banda tem três vocalistas, que se revezam de maneira brutal).

A banda questiona tudo e todos em “Qual Sentido Da Vida?” e na pesadíssima “Terra”. A cadenciada “Conflito” e a longa e interessante “Sangue, Suor E Pedra” (com seus 12 minutos, cujo final traz um texto interessantíssimo sobre o uso da terra), encerram de maneira brilhante uma aula de agressividade.

Recomendado para todos os fãs de hardcore ou de um som brutal, mas que tem muito a dizer.

Alto Teor De Revolta – Compartilhando A Miséria,
Usufruindo O Nada
2007 – One Voice Records – NAC

Formação:
Ricardo, Carlos e Rykardo – Vocais
Maurílio – Guitarras
Wilson – Guitarras
Juninho – Bateria
Thiago – Baixo

Faixas:
Intro
Lágrimas
Guerra
Qual Sentido Da Vida?
Terra
Conflito
Sangue, Suor E Pedra

Site Oficial: http://www.altoteorderevolta.com

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Alto Teor de Revolta"

Planet RockPlanet Rock
As quarenta maiores vozes da história do rock

Black MetalBlack Metal
Banda brasileira faz clipe mais bizarro do universo

Roger MoreiraRoger Moreira
"Jovem é de esquerda porque o pai sustenta"

5000 acessosRegis Tadeu: três discos recentes que merecem a lata de lixo5000 acessosSaúde: bater cabeça pode causar danos ao cérebro5000 acessos"Mascotes" de bandas: GigWise elege os 14 mais famosos4737 acessosUltraje a Rigor com Dinho: mandando bem em clássica de Hendrix5000 acessosAngra: Uma interpretação do Rebirth de trás para frente5000 acessosIron Maiden (1969): Tesouro Perdido do Rock e Heavy Metal

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online