Alto Teor de Revolta: Hardcore com muito a dizer

Resenha - Compartilhando a Míséria, Usufruindo o Nada - Alto Teor de Revolta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma característica do hardcore que sempre me fez admirar o estilo é a necessidade de conscientizar o público sobre o caos e a miséria que rondam nosso planeta. Bandas investem seu tempo pesquisando e criando letras realmente expressivas, o que é admirável. É claro que não são apenas as bandas politicamente corretas que devem ser reverenciadas, mas é muito legal que alguns músicos protestem de maneira clara, sem a censura que imperou em nossa música na época da ditadura militar. O Alto Teor De Revolta foi formado em 2004 e este CD gravado em 2006, com um encarte explicativo sobre o processo de composição de cada um dos 7 temas do trabalho.
5000 acessosRock Brasileiro da Década de 505000 acessosRock And Roll: últimas fotos em vida de músicos famosos

De cara “Lágrimas” escancara a realidade num hardcore pesado e lento, seguida pela mais rápida “Terra” (vale citar que a banda tem três vocalistas, que se revezam de maneira brutal).

A banda questiona tudo e todos em “Qual Sentido Da Vida?” e na pesadíssima “Terra”. A cadenciada “Conflito” e a longa e interessante “Sangue, Suor E Pedra” (com seus 12 minutos, cujo final traz um texto interessantíssimo sobre o uso da terra), encerram de maneira brilhante uma aula de agressividade.

Recomendado para todos os fãs de hardcore ou de um som brutal, mas que tem muito a dizer.

Alto Teor De Revolta – Compartilhando A Miséria,
Usufruindo O Nada
2007 – One Voice Records – NAC

Formação:
Ricardo, Carlos e Rykardo – Vocais
Maurílio – Guitarras
Wilson – Guitarras
Juninho – Bateria
Thiago – Baixo

Faixas:
Intro
Lágrimas
Guerra
Qual Sentido Da Vida?
Terra
Conflito
Sangue, Suor E Pedra

Site Oficial: http://www.altoteorderevolta.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Alto Teor de Revolta"

Rock brasileiroRock brasileiro
Em 24 de outubro de 1955 a vida dos jovens mudou

Rock And RollRock And Roll
Últimas fotos em vida de músicos famosos

Heavy MetalHeavy Metal
5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

5000 acessosGhost: Nergal revelou a identidade de Papa Emeritus II?5000 acessosSlipknot: "pastor" detecta mensagens subliminares nas capas5000 acessosNo alto do castelo há uma linda princesa...3694 acessosVídeo: A mais brutal bateria natalina do ano5000 acessosLed Zeppelin: sexo explícito na entrega de discos de ouro em 19735000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online