Meldrum: mais uma banda com vocal feminino

Resenha - Blowin Up The Machine - Meldrum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

3


Putz! A dura constatação de um álbum realmente fraquinho... O Meldrum tem como base a Suécia e é encabeçado pela guitarrista Michelle Meldrum (também conhecida por ser uma ex-Phantom Blue e esposa do guitarrista John Norum, do Europe), e a formação se completa com a vocalista Moo Holmsten e a baixista Frida Stahl, além da participação especial de dois bateristas: Gene Hoglan (Strapping Young Lad) e Linda McDonald (ex-Phantom Blue).

Dave Mustaine: ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick Menza

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Depois de debutar com "Loaded Mental Cannon" (01), o grupo tocou com Zakk Wylde e seu Black Label Society, e foram ainda a banda de abertura da turnê de comemoração dos 30 anos do Motörhead. Depois deste começo promissor, chega a vez de "Blowin’ Up The Machine", onde o que se escuta são canções bem diretas e repletas de distorção, com muitas das características do Heavy Metal da velha escola, algo de punk e uma leve vibração das sonoridades alternativas do já não tão moderninho Nu-Metal.

O resultado final, infelizmente, é algo vazio, sem alma, saca? Tudo soa muito forçado (ou por demais relaxado?), não há idéias convincentes para os arranjos, os riffs trazem claras influências de Zakk Wylde, mas desprovidos da inspiração deste. E para piorar, os gritos da vocalista (?!?) Moo parecem estar deslocados da seção instrumental, contribuindo em muito para a audição ser tão monótona – escutem, por exemplo, sua interpretação inócua logo na abertura, "Purge".

Nem mesmo a participação do folclórico Lemmy Kilmister, do Motörhead (novidade, o galo velho aparece praticamente em qualquer disco que tenha mulheres...) na música "Miss Me When I’m Gone", consegue ajudar. O que impede que este CD seja totalmente ruim é a atuação da guitarrista Michelle no ritmo de "Another Kind" e na balada "Outta Here", o que, convenhamos, é muito pouco.

"Blowin Up The Machine" será um típico álbum que encontrará muita resistência para ser plenamente aceito e, se quer saber, só consigo chegar a uma conclusão para este disco ser lançado no Brasil: ser um projeto feminino. É claro que, em se falando de banda sueca formada por garotas, o Crucified Barbara continua no topo. E o Meldrum? Com algum otimismo, lá na base...

Meldrum - Blowin Up The Machine
(2007 – Frontiers Records / Hellion Records – nacional)

01. Purge
02. Down Your Throat
03. Scar
04. Creme De La Creme
05. Hang Em'
06. Miss Me When I'm Gone
07. Another Kind
08. Exploited
09. Get Yours
10. Outta Here
11. Bite The Pillow

Homepage: www.meldrum.nu




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Dave Mustaine: ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick MenzaDave Mustaine
Ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick Menza

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Iron Maiden
Como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin