RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemLed Zeppelin e a bateria que ninguém acreditava que um ser humano conseguiria tocar

imagemJovens sem noção vandalizam o lugar da capa de estreia do Black Sabbath

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemArch Enemy e Behemoth tocarão no Brasil em novembro; confira datas e locais

imagemO hit da Legião Urbana que utiliza recurso sonoro consagrado pelos Beatles

imagemJô Soares comprou uma obra de arte do Rock por causa do Regis Tadeu

imagemLars Ulrich sobre "Fade to Black": Frequentemente sinto haver dois Metallicas

imagemA curiosa ligação vocal entre Ney Matogrosso e Andre Matos, segundo Bruno Sutter

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemJoão Gordo explica porque Anitta está fazendo o que as bandas de Rock deviam fazer

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemO curto e grosso motivo pelo qual Zappa vetava que seus músicos usassem coisas químicas

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemDee Snider diz que faliu na década de 1990 e fingia ser outra pessoa


2022/07/09
2022/08/18

New York Dolls: bem mais polido e acessível

Resenha - One Day It Will Please Us To Remember Even This - New York Dolls

Por Ben Ami Scopinho
Em 02/06/07

Nota: 9

Quem nunca ouviu falar do New York Dolls? O leitor pode nem ter escutado sua música, mas com certeza já ouviu falar da banda. Os poucos anos em que estiveram tocando e gravando na década de 70 foram mais do que suficientes para causar grande influência no Punk e Glam Rock dos anos posteriores. Marc Bolan (T Rex), Ramones, Blondie, The Clash, Aerosmith e Guns N´Roses, para citar alguns, são seus fãs declarados.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Seus dois álbuns, "New York Dolls" (73) e "For Too Much Too Soon" (74), não deram em nada na época de seus lançamentos, tanto que em seguida o grupo debandou para outros projetos e alguns dos caras morreram pelo caminho por conta dos excessos. De qualquer forma, o estrago já estava feito: seu visual de travestis barbados e a sujeira destes registros resistiram ao tempo e deixaram sua marca no mundo do rock n´roll.

E eis que em 2004 o New York Dolls mostra as caras novamente, tocando no festival inglês Meltdown, organizado pelo fã Jim Morrissey, e contando com três dos músicos da formação original: o vocalista David Johansen, o guitarrista Sylvain Sylvain e ainda o baixista Arthur Kane, que acabou falecendo por causa de uma leucemia um mês depois.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Bom, mas a idéia é levada adiante e agora o New York Dolls é um sexteto. Além de Johansen e Sylvain, o grupo se completa com Sami Yaffa (baixo, ex-Hanoi Rocks), Steve Conte (guitarra), Brian Koonin (teclados) e Brian Delaney (bateria), todos com um visual bem mais comportado. E esta turma toda deu à luz "One Day It Will Please Us To Remember Even This", chegando ao mercado depois de 32 anos da banda encerrar suas atividades.

Só não espere que a música deste registro seja uma continuação dos tempos idos. O rock cru e esporrento de outrora se perdeu com o passar do tempo. A grande maioria das faixas é creditada ao guitarrista Sylvain, cujas composições ainda mantém algumas características que evocam o velho espírito do grupo, mas em geral tudo está bem mais polido e acessível. Saca aquele rock n´roll repleto de ingenuidade? Pois é, assim são estas canções, mas com convicção e carisma de sobra para prender a atenção do ouvinte e deixá-lo querendo mais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para enriquecer ainda mais o disco, há algumas presenças ilustres. Iggy Pop em "Gimme Luv And Turn On The Light", Michael Stipe na bonita balada "Dancing On The Lip Of A Volcano" e Tom Gabel em "Punishing World". Todos dividem as vozes com Johansen em ótimos momentos de rock n´roll. Importante mencionar que várias destas novas canções trazem muita influência de Rolling Stones, sendo que até mesmo a voz de David Johansen é similar a de Mick Jagger. De qualquer forma, é tanta energia boa que não há nem mesmo faixas medianas neste álbum.

Geralmente estas reuniões de retorno são um pé-no-saco, visando somente faturar uns trocados à custa dos saudosistas. Não há certeza se esta segunda fase é uma armação ou não... Aliás, tenho somente duas certezas aqui. A primeira é que "One Day It Will Please Us To Remember Even This" é um dos álbuns mais bacanas de rock n´roll que escutei neste ano. A segunda é que o mesmo tem características tão distintas das que fizeram esta banda ser cultuada, que as opiniões dos fãs serão compreensivelmente divididas. Confiram e tirem suas próprias conclusões.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

New York Dolls - One Day It Will Please Us To Remember Even This
(2006 / Roadrunner Records – 2007 / Hellion Records – nacional)

01. We're All In Love
02. Runnin' Around
03. Plenty Of Music
04. Dance Like A Monkey
05. Punishing World
06. Maimed Happiness
07. Fishnets And Cigarettes
08. Gotta Get Away From Tommy
09. Dancing On The Lip Of A Volcano
10. I Ain't Got Nothin
11. Rainbow Store
12. Gimme Luv And Turn On The Light
13. Take A Good Look At My Good Looks

Homepage: www.nydolls.org


Outras resenhas de One Day It Will Please Us To Remember Even This - New York Dolls

Resenha - One Day It Will Please Us To Remember Even This - New York Dolls

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGN

Discos: 5 clássicos do rock que não tiveram boas vendas

Loudwire: as mortes mais estranhas do rock

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.