Candlemass: CD duplo registra a volta em 2002

Resenha - Doomed For Live Reunion 2002 - Candlemass

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Nada melhor que a própria casa para um retorno com força total. Que o digam os suecos do Candlemass. Foi justamente neste clima, em 2002, que apesar do frio de Estocolmo os pais do doom metal marcaram a sua volta, com a formação clássica e tudo, e gravaram o ao vivo “Doomed For Live – Reunion 2002”, que chegou ao Brasil em 2006, pela Paranoid Records.
5000 acessosUlrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"5000 acessosGuitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?

Como era de se esperar, o álbum dá um show, uma verdadeira aula de doom, com aquele estilo que todos já conhecem de tempos (23 anos, para ser preciso, desde a formação). Vale dizer que “Doomed For Live” tem a boa característica de ser um ao vivo que segue bem o que a expressão significa, o que é frisado pela banda: “Este álbum é muito ao vivo, porra!!!”, diz o encarte. E isso é bem perceptível enquanto se ouve. O instrumental pesado e carregado, com toda a cadência do doom, é muito bem executado, liderado pelo baixista e compositor Leif Edling e contando ainda com os guitarristas Mats Björkman e Lars Johansson e o batera Jan Lindh.

Mas o destaque com certeza é o vocalista Messiah Marcolin, que em suas idas e vindas, anunciou este ano mais uma saída da banda, portanto fora do próximo lançamento, intitulado "King of the Grey Islands" (com o vocalista Robert Lowe, do Solitude Aetumus, e previsto para junho). O cara tem um daqueles vocais com uma identidade singular e que marcam muito o som da banda. Não é diferente aqui, onde ele ainda figura na capa com sua tradicional roupa de monge, cantando muito e esbanjando carisma junto aos fãs.

O set list foi bem escolhido, mas também não poderia deixar de abordar os maiores clássicos do grupo, desde o começo, com “Mirror Mirror” e “Bewitched”, passando por outras excelentes, e, por fim, cobrindo todas as seis faixas do álbum pai do doom metal, “Epicus Doomicus Metalicus”, como o encerramento com “Solitude” e “Crystal Ball”. Tudo impecável, com muita garra e interação com o público.

Depois deste ao vivo, os suecos ainda lançaram um álbum de inéditas com esta formação, com o simples nome de “Candlemass”. Apesar do excelente trabalho, houve uma nova dissolução, mas no fim de 2004 aconteceu a segunda reunião e a promessa de mais um disco de inéditas. Com a saída de Messiah, resta esperar por “King of the Grey Islands”. Enquanto ele não sai este excelente “Doomed for Live” com certeza ajuda bastante a amenizar a expectativa.

CD 1
1. Mirror Mirror
2. Bewitched
3. Dark Are the Veils of Death
4. Demons Gate
5. Under the Oak
6. At the Gallows End
7. Samarithan
8. Dark Reflections
9. Mourners Lament
10. Black Stone Wielder

CD 2
1. Well of Souls
2. Sorcerers Pledge
3. Bearer of Pain
4. Ancient Dreams
5. Somewhere in Nowhere
6. Solitude
7. Crystal Ball

Formação:
Messiah Marcolin – vocal
Mats Björkman – guitarra base
Lars Johansson – guitarra solo
Leif Edling – baixo
Jan Lindh – bateria

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Candlemass"

Elizabeth BathoryElizabeth Bathory
O legado da condessa sanguinária no cenário Rock

Metal suecoMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

LoudwireLoudwire
As dez melhores bandas de Doom Metal da história

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Candlemass"

MetallicaMetallica
Lars Ulrich: "Eu não sou um baterista talentoso!"

GuitarristasGuitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?

Guns N RosesGuns N' Roses
A trágica história do baixista fundador que morreu afogado

5000 acessosJethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19825000 acessosListed: TV americana elege os maiores bad boys da música5000 acessosMetallica: Segundo Mustaine, James, Cliff e Kirk iam demitir Lars5000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 805000 acessosFabio Lione: conheça a namorada e a filhinha do vocalista

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online