Resenha - Him - Michael Sweet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 5


Michael Sweet, como quase todos sabem, é o vocalista do Stryper, aquela famosa banda cristã de Hard Rock que explodiu com alguns discos realmente excelentes nos anos 80. Na década seguinte, com o Stryper parado, este ótimo cantor começou sua carreira solo, liberando trabalhos onde deixava de lado muito do rock'n'roll e investia de forma maciça em sonoridades bem mais melódicas e pop.

Michael Sweet: confira as duas partes do making of de seu novo álbum, TenThrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Em "Him", seu quarto álbum-solo, o solitário Mr Sweet segue ainda mais apegado em sua temática cristã. A idéia aqui foi selecionar alguns dos velhos e clássicos hinos religiosos (vários escritos no século XIX) e dar um formato mais contemporâneo às suas melodias. Segundo o próprio vocalista: "...queria escrever música nova nestas canções que já tem palavras surpreendentemente poderosas".

O resultado, em sua maior parte, são canções acústicas e delicadas, com poucas guitarras e alguns arranjos de cordas, tendo como saldo alguns momentos realmente bonitos, já outros tão soporíferos quanto a maior parte das músicas de seus discos anteriores.

O destaque fica para "At Calvary", que surpreende pelo otimismo que o ritmo transmite ao ouvinte. Alguns temas acabaram por ficar com melodias bem tristes, como "I Know" e "Every Hour", outras com um cuidadoso trabalho nas partes vocais, como em "Every Hour", e até mesmo há uma faixa natalina, "O Holy Night", que mesmo diferente da original, é reconhecível e fechou o álbum de forma bem interessante. Porém, infelizmente, o fato é que após algumas canções até mesmo a indiscutível beleza da voz de Sweet começa a se tornar irritante.

Este álbum provavelmente virá até mesmo a familiarizar a juventude de hoje com os antigos hinos religiosos. Mas a realidade é que a música de "Him" nem mesmo se enquadra no perfil da grande maioria dos leitores do Whiplash!, pois, como foi dito, não tem o rock'n'roll como proposta. Entretanto, como Michael Sweet já fez história no Stryper, então vale pela curiosidade, sendo também um santo remédio para curar a insônia.

Michael Sweet - Him
(2006 / Infinity - importado)

01. I' ll Remember
02. Every Hour
03. I Know
04. Alleluia
05. Gilliad
06. At Calvary
07. Still
08. Surrender
09. Take My Life
10. O Holy Night

Homepage: www.michaelsweet.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Michael Sweet"


Michael Sweet: confira as duas partes do making of de seu novo álbum, TenMichael Sweet: ouça Ten, novo disco solo do guitarrista/vocalista do StryperMichael Sweet: ouça música com participação de Todd La Torre, do Queensryche

Thrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileiraThrash Metal
10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Separados no nascimento: Paul Stanley e Sidney MagalSeparados no nascimento
Paul Stanley e Sidney Magal

Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasHeavy Metal
O Diabo e personagens bíblicas nas capas

Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Religião: Top 10 citações sobre Deus e o DiaboReligião
Top 10 citações sobre Deus e o Diabo

Guns N' Roses: Axl é mais legal 5 da manhã que 5 da tardeGuns N' Roses
Axl é mais legal 5 da manhã que 5 da tarde

Megadeth: os dez melhores solos de guitarra da bandaMegadeth
Os dez melhores solos de guitarra da banda


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336