Resenha - Dark Discovery - Evergrey

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos


Enfim chega ao mercado brasileiro "The Dark Discovery", o primeiro álbum do grande Evergrey. Os suecos liberaram este debut para o mercado em 1998, obtendo grande resposta da mídia especializada e chamando a atenção dos headbangers pelo fato de suas composições já se destacarem do que estava sendo feito nesta época.

Evergrey: Informações sobre os shows do BrasilAerosmith: Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

"The Dark Discovery" traz em sua linup o líder Tom Englund na voz e guitarra, Dan Bronell na outra guitarra, Daniel Nojd no contrabaixo e Patrick Carlsson na bateria. O Evergrey já tinha todo seu estilo musical definido deste esta época, trazendo aquele Heavy Metal bastante técnico, transbordando energia, mistério e, mesmo sua música apresentando boas doses de obscuridade, a mesma não deixa de ser grandiosa e clássica.

A excelente voz de Tom Englund já demonstrava grande paixão, sendo a marca registrada do Evergrey e é realmente difícil alguém não se impressionar com sua interpretação. As composições já possuíam todos os ingredientes que a banda foi desenvolvendo de maneira única no decorrer dos anos, percebendo-se ao longo da viagem musical influências do óbvio metal tradicional, passagens acústicas, corais melancólicos e baladas que realmente nos tocam, tudo com a usual performance quase progressiva e matadora da banda.

O álbum traz ainda a participação de Andy La Rocque (King Diamond) que, além de produzir o álbum, tocou guitarra na faixa "Closed Eyes". Outro guitarrista convidado foi o alemão Mattias la Eklundh (da banda de hard rock Freak Kitchen), participando de "When The River Calls". A presença da bela voz feminina de Carina Kjellberg (que anos depois se tornou esposa de Tom e presença constante nos álbuns da banda) também se faz presente, engrandecendo ainda mais as canções de "The Dark Discovery".

Um ótimo registro que, mesmo não possuindo a gravação e mixagem cristalina como os atuais discos da banda, é indispensável aos fãs e amantes de Heavy Metal bem elaborado. Ainda em tempo: a versão nacional traz ainda um excelente vídeo-bônus para a faixa "For Every Tear That Falls", o primeiro clássico da história do Evergrey, com destaque ao dueto de Carina e Tom Englund.

EVERGREY - The Dark Discovery
(1998 - distribuído por Hellion Records)

01. Blackened Dawn
02. December 26th
03. Dark Discovery
04. As Light Is Our Darkness
05. Beyond Salvation
06. Closed Eyes
07. Trust And Betrayal
08. Shadowed
09. When The River Calls
10. For Every Tear That Falls
11. To Hope Is To Fear

+ vídeo-bônus de For Every Tear That Falls

homepage: www.evergrey.net


Outras resenhas de Dark Discovery - Evergrey

Evergrey: Para fãs de música pesada e sombriaResenha - Dark Discovery - Evergrey




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Evergrey"


Evergrey: Informações sobre os shows do Brasil

Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Tom Englund: os álbuns que marcaram o vocalista do EvergreyTom Englund
Os álbuns que marcaram o vocalista do Evergrey


Aerosmith: Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiroAerosmith
Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

Humor: os dez maiores picaretas da música internacionalHumor
Os dez maiores picaretas da música internacional

Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Presença de Palco: dicas para iniciantesPresença de Palco
Dicas para iniciantes

Cornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas cançõesCornos do Rock
A dor e o peso do chifre em três belas canções

Rock Progressivo: Como Mike Portnoy entende o estilo?Rock Progressivo
Como Mike Portnoy entende o estilo?

Rock/Metal: 7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2Rock/Metal
7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336