Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemOzzy Osbourne revela que Lemmy Kilmister era um leitor voraz

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemAngra e Shaman, Edu Falaschi fala sobre a treta que havia entre as bandas

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemBruno Sutter explica semelhança problemática entre Ayrton Senna e Fausto Fanti

imagemDez músicas de outros estilos que ganharam ótimas versões rock/metal - Parte I

imagemMúsico de Los Angeles compartilha foto recente de Alex Van Halen

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemDave Lee Roth revela qual é seu álbum preferido do Van Halen

imagemAmy Lee comenta demissão de Jen Majura e diz que é preciso "ouvir o universo"


2022/08/18
Stamp

Resenha - Pride of Lions - Pride of Lions

Por Rafael Carnovale
Em 11/03/05

Nota: 10

O projeto Pride of Lions é a união de Jim Peterik (ex-Survivor – IT’S THE EEEEYYEEEEEEEE OF THE TIGER!!!!) com o Dj Toby Hitchcock, que na infância era um discípulo confesso de Frank Sinatra. Chegando ao seu terceiro cd, a banda investe no que ambos sabem fazer melhor. O Hard Rock com pitadas pop, como o Survivor fez com maestria nos anos 70 e 80.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E realmente os caras mandam bem: "It’s Criminal", que abre o cd, é puro hard rock anos 80, só que mais pesado e com belas intervenções de guitarra. O tipo de som que quem amou o hard rock oitentista iria se sentir feliz de ouvir de novo. Como em todo bom cd de hard, algumas baladas se fazem presentes: "Gone" (que poderia estar em uma novela fácilmente), a suave "Interrupted Melody". Para quebrar esse momento mais calmo, um AOR de respeito com "Sound of Home", que cede lugar a mais uma balada: "Prideland".

Nesta eu me questiono: não estamos com excesso de baladas neste cd? Sim, estamos. Mas todas são extremamente bem feitas e com um senso de beleza e requinte maravilhoso. E quando os caras resolvem jogar pesado eles mostram a garra dos bons rockeiros, como em "Unbreakable" (com belos "riffs") e a contagiante "Torn to Me". O AOR se faz presente em pérolas como "Love is on the Rocks" (título meio óbvio, mas tudo bem) e na belíssima "Muic and Me" (de longe o melhor momento da dupla), que encerra o cd.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Claro que este cd lembraria em muito a obra do Survivor, pois um de seus condutores foi parte inportante da banda, mas não há nada melhor que ouvir um hard bem feito, que não tem medo de ser saudosista e nos lembrar o quão legais foram os anos 80. Obrigatório!!!

Site Oficial: http://www.aprideoflions.com

Material Cedido Por:

Wet Music
http://www.wetmusic.com.br
[email protected]
São Paulo (SP)


Outras resenhas de Pride of Lions - Pride of Lions

Resenha - Pride Of Lions - Pride Of Lions

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/07/09


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.