Resenha - Forsaken - Antestor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 10


Com "The Forsaken" o Antestor alcança um nível altíssimo, de impor respeito em todo o planeta, abandonando drasticamente os elementos doom de outrora, que aqui aparecem apenas como leves complementos para criar climas absolutamente envolventes e não mais são a tônica de toda a música.

O que temos aqui é um black metal virulento, encorpado, original e casando perfeitamente a velocidade absurda de determinadas partes com a melancolia necessária em outras.
Produção arrebatadora e minimalista, responsável por reproduzir fielmente o impacto das composições.

Os timbres de guitarra foram minuciosamente escolhidos, de incrível pegada e perfeitamente inteligíveis, com muitas influências de heavy metal tradicional.

O que faz de "The Forsaken" um marco, além de incrível capacidade técnica da banda, é o fato dele reunir tudo o que de melhor foi feito no black metal até hoje, com composições que trazem todos os elementos necessários a uma audição inesquecível e prazerosa. Cada peça do álbum é um destaque a parte e traz uma característica própria, assim, temos a brutalidade exuberante de "Old Times Cruelty",. a grande carga dramática de "Via Dolorosa", a confluência harmônica de "Vale Of Tears", o espetáculo grandioso - com um solo arrepiante - de "The Return" e os riffs brilhantes, ultrasônicos e irreproduzíveis de "As I Die", para ficar só em alguns exemplos.

Pegaram o melhor e fizeram ele alcançar níveis inimagináveis. Nunca o termo "True Norwegian Black Metal" soou tão apropriado. O Antestor não produziu apenas o melhor álbum de black metal do ano (com imensas dificuldades para ser superado) mas também o melhor da sua carreira. Mais do que obrigatório. Evoco o fatídico "Buy Or Die"...literalmente!

Formação:
Vrede (Vocal)
Vemod (Guitarra)
Gard (Baixo)
Tony Kirkemo (Bateria)
Sygmoon (Teclado)

Site Oficial: www.endtimeproductions.com


Outras resenhas de Forsaken - Antestor

Resenha - Forsaken - AntestorResenha - Forsaken - AntestorResenha - Forsaken - Antestor




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Antestor"


Black Metal Cristão: site elege 7 bandas que todos tem que ouvirBlack Metal Cristão
Site elege 7 bandas que todos tem que ouvir


Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloPunk Rock
Seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabelo

Epica: foto original de Simone Simons nua em capa é revelada?Epica
Foto original de Simone Simons nua em capa é revelada?

Iron Maiden: as 20 melhores músicas da Era de OuroIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa

Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Kiss: a trágica história que inspirou Detroit Rock CityKiss
A trágica história que inspirou "Detroit Rock City"

AC/DC: dez possíveis substitutos de Cliff WilliamsAC/DC
Dez possíveis substitutos de Cliff Williams


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336