Resenha - Slider - T. Rex

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Marc Bolan, T. Rex e seu álbum “The Slider” são os responsáveis diretos pelo surgimento do que se convencionou chamar Glam Rock, tendo influenciado artistas considerados estrelas do gênero, como o camaleão David Bowie, The Sweet e Slade, conseguindo ainda imenso respeito entre punks, o pessoal new wave e o hard rock norte-americano oitentista, numa lista de personalidades que se estende até os dias de hoje.
5000 acessosMassacration: saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno

A carreira artística de Marc Feld começa como modelo, mas logo parte para a música e, sendo amante da música folk, resolve usar o nome artístico Marc Bolan em homenagem a seu ídolo Bob Dylan. Desde meados dos anos 60 coloca bons registros no mercado até formar parceria com Steve Took e formar o Tyranossaurus Rex, com sonoridade acústica e bem folk, muito místico e poético. A partir daí se apresenta com regularidade por toda a Inglaterra, conseguindo admiração de algumas pessoas que viam na proposta musical de Bolan algo com mais substância intelectual.

Porém o espírito criativo de Marc Bolan desejava transformações. Decidido a deixar de lado sua veia acústica e investir na eletricidade do rock, Bolan dispensa quase todos os membros do Tyranossaurus Rex e adota o nome simplificado de “T. Rex”, escrevendo temas mais diretos, pop e rock n´roll.

Somente em parceria com o velho companheiro Mickey Finn, Marc Bolan lança o homônimo “T. Rex” (1970), onde ainda existiam elementos acústicos mesclados a rock e a partir daí realmente começa a fazer sucesso para as grandes massas inglesas e norte-americanas. Incentivado pelos resultados, Bolan procura novos membros condizentes com sua nova linha rock n´roll, adicionando o baixista Steve Currie e o baterista Bill Lagend ao T. Rex.

Com uma banda de verdade, Bolan e seu T. Rex lançam “Eletric Warrior” em 1971, mantendo seu sucesso intacto. Porém, foi com “The Slider”, de 1972, que tudo explodiu para a banda, vendendo 100.000 cópias em apenas quatro dias.

A estranha fotografia desfocada de Marc Bolan em “The Slider” foi clicada por seu bom amigo Ringo Starr dos Beatles (que também filmou o essencial documentário “Born To Boogie”). A música deste disco é uma continuação do álbum anterior, porém mais direta. A voz trêmula de Bolan, as guitarras simples com alguma distorção e sujeira, vocais de apoio fantasmagóricos, a inocência de seu pop rock aliado a melodias cheias de orquestrações, sem contar nas grandes baladas viajantes e quase hippies deixou seus fãs em êxtase.

Mas não era somente sua música que cativou o público. Ela estava aliada uma nova maneira de expressão vinculada à imagem e à sexualidade, fazendo uso de roupas extravagantes, botas plataforma e muita maquiagem, de resultado bem andrógino, porém sem nunca deixar a música em segundo plano. Transformou-se em superstar na Grã Bretanha, gerando um fenômeno tão intenso nesta época que ficou conhecido como “T. Rextacy”.

A carreira do T. Rex segue em alta ainda com o mais variado e não menos espetacular álbum “Tanx” de 1973 e a partir daí começa seu declínio comercial. Sem se abater, segue sempre colocando seus discos no mercado, até sua fatídica morte num acidente automobilístico, num carro dirigido pela sua esposa Glória Jones em 19 de setembro de 1977.

“Eletric Warrior”, juntamente com “The Slider” e “Tanx” são registros históricos e cultuados em todo o mundo, imprescindíveis na coleção de qualquer amante do rock que queira entender o desenvolvimento da música aliada à imagem. Verdadeiros clássicos.

T. Rex – The Slider
(1973 – EMI)

01. Metal Guru
02. Mystic Lady
03. Rock On
04. The Slider
05. Baby Boomerang
06. Spaceball Ricochet
07. Buick Mackane
08.Telegram Sam
09. Rabbit Fighter
10. Baby Stranger
11. Ballrooms Of Mars
12. Chariot Choogle
13. Main Man

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "T Rex"

PoeiraPoeira
Marc Bolan: os trinta anos da morte do líder do T. Rex

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "T Rex"

MassacrationMassacration
Saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

AC/DCAC/DC
Isso sim é uma bela estrada para o inferno

AerosmithAerosmith
Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

5000 acessosDave Navarro: conheça a filha atriz pornô do músico5000 acessosSepultura: Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?5000 acessosElvis Presley: De que ele morreu?5000 acessosLoudwire: Krisiun na lista dos dez power trios mais pesados da história5000 acessosRonnie James Dio: quando os heróis são imortais5000 acessosSepultura: Paulo Junior detesta falar sobre "reunião'

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online