Resenha - Stained - Imperanon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Coelho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Ela não vai parar. Não adianta insistir, chorar, implorar... Ela não vai parar!!! A Finlândia continua a parir bandas de qualidade a torto e a direito, como se a infestação que ela começou em 1995 (ano de lançamento do Visions do Stratovarius) já não fosse suficiente! Sabe-se que a tal Finlândia gosta de se copiar também. É só ver os irmãos gêmeos quase idênticos que pariu para o Stratovarius (e.g. Thunderstone e Sonata Arctica) alguns até com mais qualidade que os irmãos mais velhos... O Imperanon é justamente um desses irmãos quase idênticos, mas que prova ter qualidades gigantescas ausentes nos mais velhos. No caso do Imperanon o irmão mais velho é o espetacular Children of Bodom.

Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecer

Formada em 1999 em Helsinki, a banda passou por algumas reformulações após discussões de cunho musical entre os músicos originais. Alguns baixistas foram trocados e guitarristas entraram e saíram até que a formação se estabilizou, principalmente porque seria difícil encontrar jovens músicos sem banda e tão talentosos quanto o tecladista Aleksi Virta e o guitarrista Lauri Koskenniemi. A banda lançou também dois EPs: Until The End e Imperanon, ambos esgotados que serviram como aperitivo para que a Nuclear Blast os trouxessem para seu cast.

Como já disse antes, o som do Imperanon é basicamente o mesmo do Children Of Bodom: Death Metal Melódico de qualidade brutal. Teclados, bumbos e guitarras tocados a grande velocidade, sem esquecer do vocal rasgadíssimo que tanto caracteriza o som desta que é sem dúvidas a maior representante do Death Metal Melódico. Algo que ainda vai dar o que falar é mesmo a qualidade de Lauri e Aleksi em seus intrumentos. Mais ainda: A ESTÚPIDA CRIATIVIDADE destes últimos. A banda é marcada por riffs fabulosos e passagens geniais de teclado... Se Alexi Laiho e Janne Warman não se cuidarem vão perder o posto de número 1 do estilo!

Lançado há menos de um mês, este álbum conta com a participação de integrantes do já citado Thunderstone em algumas faixas. Infelizmente não há como dar mais dados sobre o álbum já que o promo cd enviado à Whiplash! não traz informações mais precisas do que o nome das músicas e a data de lançamento do álbum.

Um álbum curto, com 38 minutos e 10 faixas, empolgante do começo ao fim como qualquer álbum do COB e, apesar da idade dos músicos estar na faixa dos 20 anos, a técnica e o bom gosto transbordam neste debut. A bolachita traz como destaque: "Blade", "Stained", "Hollow Man " e a fantástica e simples "Shadow Souls" que conta com a participação brilhante de uma vocalista não mencionada no encarte do promo cd, na página da gravadora ou no site ofical da banda. Caso alguém descubra antes que eu, favor postar o nome da delinquente no fórum!

E é isso aí, mais uma da Finlândia... se mercado musical de metal fosse copa do mundo, a Finlândia tava espancando o Brasil!!! Por lá nem fazem muita zoada pra lançar uma banda de qualidade absurda! Por aqui fazem a maior ZOADA pra lançar uma banda nova e na hora... pffftz! Desce quadrado! Ê - Laiá!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Imperanon"


Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Whiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecerNovas caras do metal
40 bandas que você precisa conhecer


Sobre Bruno Coelho

Bruno Coelho é Arquiteto, escritor, poeta, produtor de eventos, pai, tradutor, intérprete e professor de inglês. Morou em cinco capitais brasileiras e hoje dedica-se ao árduo labor de organizar eventos na capital maranhense de São Luís. Fã do Dream Theater, Tool, Symphony X, Pain of Salvation e Evergrey, encontra espaço pra novas bandas e vertentes sempre.

Mais matérias de Bruno Coelho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336