Resenha - Greatest Hits and Videos - Red Hot Chili Peppers

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Melo
Enviar Correções  

9


Tarefa difícil fazer uma coletânea do Red Hot Chili Peppers, já que esta grande banda tem um número enorme de hits. Greatest Hits and Videos, composto de um CD e um DVD, acaba sendo uma continuação de What Hits?!, lançado em 1994, o que facilita um pouco as coisas. Assim, o trabalho faz com que dos sons presentes o mais antigo seja Higher Ground, cover de Stevie Wonder gravado em Mother's Milk, de 1989, primeiro disco a contar com John Frusciante na guitarra e Chad Smith na bateria.

publicidade

Aliás, Higher Ground também apareceu no What Hits?!, ao lado de Under the Bridge, de BloodSugarSexMagik (1991). Ambas aparecem nesta nova coletânea, tanto no CD quanto no DVD. Além de Under the Bridge, BloodSugar..., o mais popular álbum dos Peppers, colocou mais algumas músicas aqui: Give it Away, talvez o maior hit dos caras; a contagiante Suck My Kiss; e a belíssima Breaking the Girl, todas presentes nos formatos áudio e vídeo.

publicidade

Em 1995, depois do êxito de BloodSugar... e algum período sem lançar nada, os Peppers gravaram One Hot Minute com o guitarrista Dave Navarro, hoje de volta ao Jane's Addiction. Ao que tudo indica, ele se enturmou bem com os novos colegas à época, mas a banda com Frusciante soava melhor. Talvez por isso apenas My Friends, no CD, e Aeroplane, no DVD, marcam presença na coletânea.

publicidade

One Hot Minute não é um disco ruim - mas fica aquém de BloodSugar... - e mostra muitos elementos dos primeiros álbuns da banda, mas a segunda parte do disco já apresentava o que viria em seguida com Californication. De qualquer maneira, Warped e Coffee Shop, duas aulas de Flea no baixo, são duas das músicas de One Hot... que ficaram fora e poderiam muito bem estar estar em Greatest Hits and Videos.

publicidade

De Californication temos a faixa-título, Scar Tissue, Otherside, Road Trippin', Parallel Universe (apenas no CD) e Around the World (apenas no DVD). São músicas mais melódicas do que as dos discos anteriores, mas que não dispensam o peso já conhecido da banda, como na introdução de Around the World e no refrão de Otherside. Anthony Kieds canta como nunca e conta com a ajuda de Frusciante, que retornara com tudo no disco.

publicidade

Do álbum mais recente da banda, By the Way, a faixa-título e Universally Speaking constam no CD. Em vídeo, além das duas, ainda temos The Zephyr Song e Can't Stop. Pena não poder contar com ambas também no disquinho de áudio, pois juntas as quatro canções são uma boa síntese de By the Way. Os clips aqui são mais simples do que os do disco anterior, mas são muito bons.

publicidade

Mas esse minibox ainda conta com algumas surpresas, como a faixa Soul to Squeeze, de 1991. Antes, ela só havia sido lançada na trilha sonora do filme "Coneheads". Música muito boa e clip muito bem feito, que marcaram a despedida de Frusciante dos Peppers. O CD ainda conta com duas faixas inéditas, a ótima Fortune Faded e a não tão ótima assim Save the Population.

publicidade

Para fechar, o DVD traz com um documentário da última turnê dos caras, mostrando cenas de bastidores, encontros bacanas com o pessoal do Foo Fighters e alguns making of dos vídeos. Para quem não conhece os Peppers, se é que isso é possível, ou não tem nada deles, Greatest Hits and Videos é uma boa pedida, mas BloodSugar... e Californication fazem parte da discografia básica da banda. Para quem tem tudo deles, os atrativos ficam por conta do DVD, das faixas inéditas e de Soul to Squeeze. Vale a pena.

(Warner - Nacional)

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin