Resenha - Tempo Of The Damned - Exodus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


O encerramento das atividades do Exodus em 1992 não é mais motivo para tristeza dos fãs... Afinal, o Exodus está retornando agora em 2004 com o seu sexto disco de estúdio da carreira, que também inclui uma coletânea e dois ao vivo. O ruim foi que a banda estava se projetando para voltar com a sua formação clássica, incluindo Paul Baloff nos vocais, que infelizmente faleceu em 2002. Mas mesmo assim, temos aqui uma formação de respeito, com Steve "Zetro" Souza (vocal), Rick Hunolt e Gary Holt (guitarras), Jack Gibson (baixo) e Tom Hunting (bateria).

My Chemical Romance: Gary Holt é fã da banda e quer ir ao show de retornoEpica: belas fotos da bela vocalista Simone Simons

"Tempo of the Damned", programado para sair no dia 02/02/2004 (exatamente dois anos após a morte de Baloff) - em uma homenagem ao grande 'frontman' de "Bonded by Blood" - teve seu lançamento adiado, perdendo assim o fato histórico desta mesma homenagem. Musicalmente o Exodus se manteve fiel ao que sempre propôs fazer: thrash metal 'old school' sem qualquer tipo de experimentalismos e sem qualquer puxada para um outro estilo. E, certamente, é a manutenção desta fórmula, algo que muitas bandas tentam copiar (e não conseguem fazer igual) que faz o Exodus uma banda de tanto sucesso mundial. Musicalmente a banda não apresenta nenhum deslize, trazendo uma produção impecável e extremamente superior às feitas na década de oitenta pelo mesmo Exodus. O vocalista Zetro Souza acaba se firmando bem no posto de vocalista para esta nova trajetória da banda que promete ser um sucesso!

Abrindo com a tradicional "Scar Splanged Banner", o Exodus mostra como tornar uma composição simples em algo muito bom. Certamente um novo hino puramente thrash na carreira do grupo proveniente da extinta e rica cena da 'Bay Area'. Mantendo em pé o mesmo estilo da composição citada, o disco segue com "War is My Sheppard", "Shroud of Urine" (com uma certa dose de agressividade 'extra' na voz de Zetro Souza), "Forward March" (com um clima mais empolgante dentre as faixas do CD), "Sealed With a Fist" (a melhor de todas, um instrumental digno para o thrash - com muito peso - sem contar a 'performance' magnífica do baterista Tom Hunting), "Throwing Down" (lembrando um pouco o Sodom misturado com o Motorhead) fechando com a faixa título "Tempo of the Damned" (perfeita para o povo 'bangear' nos novos shows do Exodus). Como se pode notar, quase todas as músicas foram mencionadas como destaque, mas mencionar todos os títulos por aqui não seria prepotência, já que o material é realmente nota "dez".

Fãs de "Bounded by Blood", "Pleasures of the Flesh" e "Force of Habit" devem imediatamente conferir este novo album do Exodus. Quem curte heavy metal (principalmente thrash metal) e nunca sequer ouviu algo da banda, não sabe o que está perdendo, já que em todos lugares que passou, o Exodus sempre teve o seu nome indicado como ícone do estilo. E desta vez não há o que reclamar: "Tempo of Damned" está saindo em versão nacional via Nuclear Blast/Paradoxx Music.

Site oficial: www.exodusattack.com

Line-up:
Steve "Zetro" Souza (vocal);
Rick Hunolt (guitarra);
Gary Holt (guitarra);
Jack Gibson (baixo);
Tom Hunting (bateria).

Track-list:
01. Scar Splanged Banner
02. War is My Sheppard
03. Blacklist
04. Shroud of Urine
05. Forward March
06. Culling the Herd
07. Sealed With a Fist
08. Throwing Down
09. Impaler
10. Tempo of the Damned


Outras resenhas de Tempo Of The Damned - Exodus

Exodus: Em 2004, um recomeço na base da fúria e do pesoResenha - Tempo Of The Damned - ExodusResenha - Tempo Of The Damned - ExodusResenha - Tempo Of The Damned - Exodus




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Exodus"


My Chemical Romance: Gary Holt é fã da banda e quer ir ao show de retornoMy Chemical Romance
Gary Holt é fã da banda e quer ir ao show de retorno

Gary Holt: Protestos no Chile são resposta à privatização de direitos básicos.Gary Holt
"Protestos no Chile são resposta à privatização de direitos básicos".

Thrash Metal: os 10 melhores discos do século 21, segundo o LoudwireThrash Metal
Os 10 melhores discos do século 21, segundo o Loudwire

Exodus: o Metallica é, de longe, a maior banda de Metal do mundoExodus
O Metallica é, de longe, a maior banda de Metal do mundo


Epica: belas fotos da bela vocalista Simone SimonsEpica
Belas fotos da bela vocalista Simone Simons

Humor: Roupas de seda? Espadas? Você precisa ser épico!Humor
Roupas de seda? Espadas? Você precisa ser épico!


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336