Resenha - Twilight Of The Idols - Gorgoroth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Drustan
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Após um hiato de três anos (seu último trabalho foi o "Incipit Satan", de 2000), finalmente os noruegueses do GORGOROTH lançam este, que é seu sexto álbum full-length, "Twilight Of The Idols (In Conspiracy With Satan)", período este em que a horda atravessou muitos problemas, sendo o principal deles a prisão do vocalista Gaahl, que apesar de estar em liberdade, ainda têm um processo em andamento por "uso indevido de violência", e se for condenado, por ser reincidente, pode passar até seis anos na cadeia.

Rock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?Kerrang: os melhores singles já lançados

Embora a primeira vista o título evoque o quase homônimo "Twilight Of The Gods", do BATHORY, na realidade se trata do nome de um livro do filósofo alemão Friedrich Nietzche, uma das principais fontes de inspiração de Infernus, guitarrista e único remanescente da formação original (o filósofo, dentre outras coisas, apregoava que "Deus está morto", no sentido que o maniqueísmo introduzido pelos valores cristãos havia aniquilado sua verdadeira essência).

Dito isto, fica claro que a temática segue a mesma linha dos trabalhos anteriores, questionando de forma contundente a dominação das igrejas sobre as massas, ao mesmo tempo em que, fazendo jus à fama de ser um legítimo representante do True Norwegian Black Metal, tece loas para Satanás e asseclas.

Musicalmente falando, o álbum, que traz sete faixas e uma "outro" em pouco mais de meia hora de duração, se trata de uma espécie de aprimoração do aclamado "Destroyer", de 1988, pois é ainda mais trabalhado e com mais variações, apesar de manter o velho estilo cru e ultra rápido do grupo, realçados ainda mais graças à produção, que além de ser excelente, mantêm uma certa dose de "sujeira" nas horas certas.

Os destaques - se é que existem - vão para as violentas "Procreating Satan", "Forces of Satan Storms" e "Teethgrinding", recheadas de bases pesadíssimas, ao lado de "Exit Through Carved Stones" com passagens mais cadenciadas alternadas de uma verdadeira pancadaria sonora, marca registrada do grupo, que com este trabalho comprova que está de volta com força total!

Faixas:
1. Procreating Satan
2. Proclaiming Mercy - Damaging Instinct of Man
3. Exit Through Carved Stones
4. Teethgrinding
5. Forces of Satan Storms
6. Blod Og Minne
7. Of Ice and Movement
8. Domine in Virtute tua Laetabitur Rex

Total time: 32:39

Formação:
Gaahl - Vocals
Infernus - Guitars
King - Bass
Kvitrafn - Drums

Site oficial: www.gorgoroth.org

Material cedido por:
Somber Music
P.O.Box 2089 - Osasco/SP
06114-990 - Brazil
Fax: (0xx11) 3682-4162
Email: somber@albnet.com.br.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Gorgoroth"


Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal HammerSexo
Os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer

Esquisitices: algumas exigências bizarras para showsEsquisitices
Algumas exigências bizarras para shows


Rock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?Rock In Rio
Por que ladrões agem menos no dia do Metal?

Kerrang: os melhores singles já lançadosKerrang
Os melhores singles já lançados


Sobre Drustan

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336