Resenha - Rust in Peace - Megadeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar correções  |  Ver Acessos

Foi-se o tempo em que a safra metálica americana surpreendia o mundo, desde o início até a fim dos anos 80. Foi exatamente nesta época que o Megadeth se projetava para ser o que ele é, atualmente.

Megadeth: veja trailer de "Dwellers", filme da produtora de David EllefsonGuns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose

Na carreira da banda, o grande divisor de águas foi "Peace Sells", e podemos dizer que "Rust in Peace" (1990) foi uma profissionalização de seu antecessor. Estando 100% afinado, o Megadeth vinha com sua tropa reformulada, ou seja, com Marty Friedman (guitarra) e Nick Menza (bateria), além dos chefões Dave Mustaine (guitarra/vocal) e David Ellefson (baixo); destilaram o mais puro heavy metal com influências thrash - o que Rust in Peace representa, na verdade.

Não há como se esquecer do maior clássico, chamado "Holy Wars"; seu riff poderoso, sua base estrutural e suas progressões rítmicas se imprimiram, automaticamente, na alma de inúmeros headbangers. "Hangar 18" foi outro hit inesquecível, com certa melodia e muita harmonia metálica. Como não se lembrar da introdução de "Take no Prisioners"? A velocidade das guitarras e o peso da bateria, ou seja, um thrash visceral. "Lucretia" dá continuação ao desfile de classe; com destaque especial para as harmonizações metálicas das guitarras. Já "Tornado of Souls" é a música mais melodiosa do álbum, sem deixar de ser pesada e rápida; composta por vários momentos e mudanças de ritmos, se destaca por tudo isso - incluindo a parte onde o thrash se apresenta de maneira soberba.

Enfim, todas estas foram músicas executadas no Rock in Rio - primeira apresentação da banda no Brasil. Aliás, devido a este festival, o Megadeth se tornou muito famoso em terras tupiniquins. Quem foi no show, pôde presenciar o massacre proporcionado, ao tocarem músicas como: In My Darknest Hour, Devil Island, Peace Sells, Anarchy in the U.K etc. Rust in Peace também tem este diferencial, de ter sido, para os fãs brasileiros, o álbum que possibilitou a vinda da banda, em apresentação magistral.

Embora, após este álbum, a banda tenha seguido diferentes rumos em sua musicalidade, fica a lembrança de um dia terem feito mais um clássico para a história do metal.


Outras resenhas de Rust in Peace - Megadeth

Megadeth: Em 1990, um dos maiores discos de Thrash da históriaMegadeth
Em 1990, um dos maiores discos de Thrash da história

Megadeth: Um disco caracteristicamente muito velozMegadeth: Uma das obras mais influentes do Thrash Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Megadeth"


Megadeth: veja trailer de "Dwellers", filme da produtora de David EllefsonCanal Barbônico: Dave Mustaine e as suas maiores tretas (vídeo)

Megadeth: guitarras que foram colocadas à venda foram compradas por uma única pessoaMegadeth
Guitarras que foram colocadas à venda foram compradas por uma única pessoa

David Ellefson: seleção para vocal e guitarrista do Brasil tocarem com ele em SPDavid Ellefson
Seleção para vocal e guitarrista do Brasil tocarem com ele em SP

Megadeth: Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas PriestMegadeth
Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas Priest

Megadeth: enquanto eles não retornam, Ellefson toca com banda cover

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

Em 01/11/2011: Megadeth lançava o álbum Thirteen

Megadeth: Kiko Loureiro comenta a pressão de fazer um novo álbumMegadeth
Kiko Loureiro comenta a pressão de fazer um novo álbum

Megadeth: os 25 anos do clássico YouthanasiaMegadeth
Os 25 anos do clássico Youthanasia

Dave Mustaine: elogiando os guitarristas do Avenged SevenfoldDave Mustaine
Elogiando os guitarristas do Avenged Sevenfold

Dave Mustaine: Muitas bandas agem de forma estúpidaDave Mustaine
"Muitas bandas agem de forma estúpida"


Guns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl RoseGuns N' Roses
Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose

Beavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?Beavis e Butthead
Como eles seriam se fossem reais?


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral no Whiplash.Net.

adGoo336