Matérias Mais Lidas

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Aquiles Priester: baterista se junta a Chitãozinho e Xororó em versão de EvidênciasAquiles Priester
Baterista "se junta" a Chitãozinho e Xororó em versão de "Evidências"

Megadeth: David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idadeMegadeth
David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idade

Metallica: a canção famosa da banda que James Hetfield acha uma porcariaMetallica
A canção famosa da banda que James Hetfield acha "uma porcaria"

KK's Priest: banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbumKK's Priest
Banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbum

Amon Amarth: Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da bandaAmon Amarth
Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da banda

Eloy Casagrande: o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhosEloy Casagrande
"o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhos"

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Guns N' Roses: falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinhoGuns N' Roses
Falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinho

Slash: Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarristaSlash
Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarrista

Whitesnake: David Coverdale se manifesta sobre a morte de Tawny KitaenWhitesnake
David Coverdale se manifesta sobre a morte de Tawny Kitaen

King Crimson: com visual excêntrico, Robert Fripp e Toyah homenageiam The ProdigyKing Crimson
Com visual "excêntrico", Robert Fripp e Toyah homenageiam The Prodigy

Metallica: James diz que banda já escreveu mais de dez músicas novasMetallica
James diz que banda já escreveu mais de dez músicas novas

Adrian Smith: preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a músicaAdrian Smith
Preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a música

Inglaterra: 25 grandes bandas de rock e metal que não são de LondresInglaterra
25 grandes bandas de rock e metal que não são de Londres


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD

Resenha - Electric Ladyland - Jimi Hendrix Experience

Por Marcos A. M. Cruz
Em 31/12/99

Quando ouvimos falar em JIMI HENDRIX automaticamente evocamos uma das duas imagens: Monterey, onde ao final de uma antológica apresentação sacrifica sua guitarra em meio às chamas, ou Woodstock, expurgando o absurdo do Vietnã numa contundente interpretação do hino nacional americano entremeada de alusões a combates que aconteciam naquele exato momento a milhares de quilômetros de distância.

Porém foi longe dos palcos e das multidões que acometiam aos shows aguardando algum tipo de pirotecnia que ele dava uma vazão ainda maior ao seu impulso criativo: entre as quatro paredes de um estúdio.

Em seu álbum de estréia ("Are You Experienced?") temos o "Experience" (Mitch Mitchell na bateria e Noel Redding no baixo) transpondo para o vinil a energia em estado bruto que aflorava em suas apresentações ao vivo, e já neste disco nota-se a disposição de Hendrix em experimentar todos recursos de estúdio possíveis na época, aliado à verdadeira proeza realizada por Eddie Kramer, engenheiro de som que acompanharia Hendrix pelo resto de sua carreira, que conseguiu registrar toda crueza da banda em parcos quatro canais. A seguir veio o "Axis: Bold As Love", no qual a musicalidade do power-trio vem de forma um pouco mais polida e as letras mais líricas, ao mesmo tempo em que expande ainda mais a experimentação sonora contida no disco anterior.

Contudo no "Electric Ladyland" Hendrix foi muito mais fundo, pois além de não sofrer a pressão por resultados imediatos tal qual nos primeiros álbuns, ainda por cima assumiu total controle da produção e direção dos trabalhos em estúdio. Soma-se a isso toda efervescência experimental/sensorial que pipocava na época, e que Jimi, já alçado à condição de "superstar", absorvia como uma esponja, expandindo-as ainda mais, em parte graças ao uso de drogas, principalmente alucinógenas, que ajudavam a "abrir os canais de percepção".

O Experience já se encontrava em franco processo de desintegração, pois Hendrix e Redding já vinham divergindo a algum tempo, e nas sessões de gravação as coisas pioraram ainda mais, pois pela primeira vez contavam com diversos músicos convidados, tais como Steve Winwood (TRAFFIC) e Jack Casady (JEFFERSON AIRPLANE). Na realidade o clima nas gravações era um tanto quanto anárquico, pois freqüentemente o pessoal emendava longas jams que começavam no estúdio e terminavam em algum clube local.

Porém isto não significa que tudo foi feito "nas coxas", pois Hendrix passava por uma fase extremamente detalhista, fazendo com que vários takes fossem gravados até a exaustão, e consumindo muitas e muitas noites trancafiado no estúdio ao lado de Eddie Kramer no processo de mixagem.

O álbum (originalmente duplo) abre com "And The Gods Make Love", experimento sonoro feito a partir da superposição de diversos vocais e solos de guitarra distorcidos, amplificados e alterados, como que à nos preparar para o que encontraremos pela frente; segue com "Have You Ever Been (To Electric Ladyland)", no qual Jimi nos convida para uma "viagem" pelo seu território (você já esteve na terra da dama elétrica?/ o tapete mágico está te esperando/ por isso não se atrase/ quero lhe mostrar diferentes emoções/ quero conduzir-te através de sons e movimentos/ a mulher elétrica nos espera/ está na hora de partir...) ok, partamos então!

Passamos pelo rock vigoroso de "Crosstown Traffic" - como que a nos indicar que ainda estamos na cidade a caminho - e temos "Voodoo Chile" - verdadeiro blues urbano baseado em "Catfish Blues" - no qual Hendrix nos fala de suas raízes (sou um filho de Voodoo/ na noite em que nascí/ juro que a lua se tornou um fogo vermelho). Depois vem "Little Miss Strange" de autoria de Noel Redding, "Long Hot Summer Night", "Come On (Let The Good Times Roll)" de autoria de Earl King, "Gypsy Eyes" e a melódica "Burning Of The Midnight Lamp" no qual Jimi retoma um pouco do lirismo do álbum anterior (a manhã acabou/ e o dia também/ não há mais nada/ exceto a lua aveludada/ hoje eu sentí toda minha solidão/ pois é demais/ fazer um homem suportar a sí próprio/ e eu aquí sozinho vendo as horas passando).

Em seguida "Rainy Day, Dream Away", e "Still Raining, Still Dreaming", que se tratam praticamente da mesma faixa - porém entre elas de repente é como se abrisse uma janela que nos levasse para outra dimensão com "1983... (A Merman I Should Turn To Be)" e "Moon, Turn The Tides... Gently, Gently Away", uma longa suíte impregnada de experimentalismo e psicodelia, antecipando o que viria a ser chamado de "Rock Progressivo" na década seguinte.

Prosseguimos com "House Burning Down" - servindo de prenúncio para outro ponto alto do disco, uma versão inspiradíssima de "All Along The Watchtower" de BOB DYLAN, que inclusive anos depois passou a interpretá-la numa roupagem "Hendrixniana". E para fechar o álbum com chave de ouro temos "Voodoo Child (Slight Return)", onde o ciclo se fecha e Jimi estranhamente parece anunciar seu futuro próximo (se eu não lhe encontrar mais neste mundo/ tentarei no próximo/ não se atrase).

Na época Hendrix sugeriu uma capa no qual constava uma foto do Experience (feita pela Linda Estman - mais tarde Sra.McCartney), porém no lançamento inglês da época a gravadora optou por outra foto no qual aparecem 19 garotas nuas - reproduzida aquí pois embora contra a vontade de Jimi foi com essa capa que esse álbum ficou marcado.

O título do álbum também batizou o estúdio que Hendrix construiu em Nova Iorque - e praticamente não chegou a usar.

Jimi não foi o guitarrista mais técnico nem mais rápido que houve na face da Terra - mesmo àquela época já haviam monstros sagrados a nível de técnica (Jeff Beck) ou a nível de velocidade (Alvin Lee), por isso algumas pessoas estranham todo o mito que criou-se sobre sua pessoa.

Porém, sua arte só pode ser compreendida se compartilharmos das mesmas palavras dele em "Are You Experienced?" (se você pode se concentrar/ então venha junto comigo/ daremos as mãos e assistiremos o nascer do sol/ do fundo do mar/ mas antes diga-me/ já experimentaste?/ bem, eu já).

Ou como disse Francisco Beato numa matéria para a revista VIP Exame em outubro de 97: "Hendrix é como o primeiro trago em um havana, o primeiro gole de Jack Daniel's, a noite inaugural de sexo com aquela namoradinha do colégio: você estranha, acha o sabor áspero e pode até se decepcionar, respectivamente. Depois de algum tempo, aprende a gostar e jamais esquece!"

Track List:
... And The Gods Make Love
Have You Ever Been (To Electric Ladyland)
Crosstown Traffic
Voodoo Chile
Little Miss Strange
Long Hot Summer Night
Come On (Let The Good Times Roll)
Gypsy Eyes
Burning Of The Midnight Lamp
Rainy Day, Dream Away
1983... (A Merman I Should Turn To Be)
Moon, Turn The Tides... Gently, Gently Away
Still Raining, Still Dreaming
House Burning Down
All Along The Watchtower
Voodoo Child (Slight Return)

Jimi Hendrix: Vocais, guitarra
Noel Redding: baixo, vocais
Mitch Mitchell: bateria

músicos convidados:
Stevie Winwood (órgão)
Mike Finnigan (órgão)
Jack Casady (baixo)
Al Kooper (piano)
Freddie Smith (sax)
Larry Faucette (congas)
Buddy Miles (bateria)
Chris Wood (flauta)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Arte Musical
Stamp
Korzus
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

K.K. Downing: o surgimento do Heavy Metal com Jimi Hendrix e BudgieK.K. Downing
O surgimento do Heavy Metal com Jimi Hendrix e Budgie

Hangover: Banda do interior de MG lança versão punk de música do Jimi Hendrix

Jimi Hendrix: time de futebol dos EUA cria uniforme em sua homenagemJimi Hendrix
Time de futebol dos EUA cria uniforme em sua homenagem

Edgard Scandurra: Os cinco guitarristas que mais me influenciaram (vídeo)Edgard Scandurra
"Os cinco guitarristas que mais me influenciaram" (vídeo)

Eloy Casagrande e Bill Ward: War Pigs em dois vídeos com diferenças e semelhançasEloy Casagrande e Bill Ward
"War Pigs" em dois vídeos com diferenças e semelhanças

Alice Cooper: ele pegou da mão de Jimi Hendrix o primeiro baseado que fumou na vidaAlice Cooper
Ele pegou da mão de Jimi Hendrix o primeiro baseado que fumou na vida

Só Me Resta o Rock: 10 músicos que morreram de overdose (vídeo)Só Me Resta o Rock
10 músicos que morreram de overdose (vídeo)

Mutantes: entre os 25 melhores álbuns de rock psicodélico em lista de site gringoMutantes
Entre os 25 melhores álbuns de rock psicodélico em lista de site gringo


Total Guitar: os melhores e piores covers da históriaTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Jimi Hendrix: cantada de guitarrista em garota será leiloadaJimi Hendrix
"cantada" de guitarrista em garota será leiloada

1968: 35 discos de rock lançados há meio século1968
35 discos de rock lançados há meio século


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Marcos A. M. Cruz

Fanático por rock setentista.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.