Resenha - Definitely Maybe - Oasis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Silva
Enviar Correções  

9


"Dez anos de barulho e confusão". O nome da turnê comemorativa do Oasis é um reflexo fiel de tudo o que aconteceu com uma das maiores bandas de rock surgida nos anos 90. As declarações arrogantes(ou sinceras?) dos irmãos Liam e Noel Gallagher(respectivamente vocalista e guitarrista/líder da banda) fizeram com que conquistassem a antipatia de milhares de pessoas que não curtem a banda apenas por achar os membros "egocêntricos" ou "achôes", deixando o mais importante - a música - de lado.

publicidade

Com seu segundo disco, de 1995, "(What´s The Story?) Morning Glory", graças ao megahit "Wonderwall", o Oasis espalhou para o resto do mundo a fama já alcançada em terras britânicas. Isso todo mundo sabe. Mas como foi que esses rapazes pobres de Manchester consquitaram a Inglaterra? Com o álbum de estréia, "Definitely Maybe", considerado por muitos(inclusive Noel Gallagher) como o melhor de sua carreira.

publicidade

O disco abre com a faixa sugestivamente intitulada "Rock ´n´ Roll Star", um rock de primeira tocado até hoje nos shows da banda. Em certa parte, Liam canta: "If you´re not down with who i am/Look at you now, you´re all in my hands tonight", um bom exemplo da atitude marcante dos irmãos Gallagher que muitos ainda insistem em chamar de arrogância.

publicidade

Em seguida vem "Shakermaker" um rock lento e provavelmente o primeiro de vários processos de plágio (esse, movido pela Coca-Cola) que o Oasis enfrentou ao longo dos anos. Mas também, quem manda ser tão cara de pau? A música é completamente chupada de "I´d Like To Teach The World To Sing" de um comercial da Coca-Cola.

"Live Forever" vem a seguir e é bom se preparar pois esse é um dos grandes clássicos da banda. A música soa um pouco mais pop que as demais e é considerada um clássico do rock inglês dos últimos tempos.

publicidade

O disco segue misturando músicas de altíssima qualidade como "Up In The Sky", "Bring It On Down", "Supersonic" (irresístivel, um clássico absoluto, para mim, a música que traduz o som do Oasis: distorção, melodia e carisma) e "Cigarettes & Alcohol" (outro clássico, plágio de "Get It On" do T.Rex)

O disco termina com "Married With Children", gravada apenas com dois violôes e vocal, um belo modo de encerrar um grande álbum.

publicidade

Hoje em dia o Oasis não é tão famoso quanto já foi, ou quanto almeija ainda ser. Mas é gratificante para todos os amantes do bom e velho rock and roll poder relembrar nostalgicamente aqueles tempos, hoje distantes, onde o Oasis era apenas uma promessa e o rock parecia ter um futuro mais justo.

01. Rock ´n´Roll Star
02. Shakermaker
03. Live Forever
04. Up In The Sky
05. Columbia
06. Supersonic
07. Brig It On Down
08. Cigarettes & Alcohol
09. Digsy´s Dinner
10. Slide Away
11. Married With Children

publicidade


Outras resenhas de Definitely Maybe - Oasis

Oasis: Os 20 anos de "Definitely Maybe"


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin