Resenha - Ao Vivo - 10 Anos Sem Perder o Gás - Tubaína

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Vignini
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


É difícil algum roqueiro de São Paulo, que freqüenta ou freqüentou o underground paulista nos últimos 10 anos, não ter ouvido falar no "Tubaína do Demônio". Recordo-me de ter encontrado á 1ª demo na Galeria do Rock á séculos atrás. Chamou-me atenção além do nome (formidável!!!) o encarte (tinha um mapa do Brasil com o mapa de São Paulo, pra cima era Paraíba, pra baixo Paraguai) e as letras como "De Queluz Eu Não Passo" (Queluz é a última cidade paulista antes de entrar no Estado do Rio de Janeiro). Esse humor totalmente politicamente incorreto me fez gargalhar muito.

Metallica: foto rara de formação original do grupoAndreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"

A banda nem sequer tinha baterista, se apresentavam com o auxílio de bateria eletrônica nos barzinho como o Black Jack ou até no finado Aeroanta, sempre levando muito público. A banda era na verdade a dupla Paulo "Mancha" e "Bife". Faziam um humor bastante paulista, pra quem conhece Premeditando o Breque e Língua de Trapo. Com a saída de "Bife" a banda perdeu o "...do Demônio" do nome e ganhou novos integrantes. Lançaram dois cd's e agora nos brindam com esse álbum ao vivo.

Apesar da gravação tosquíssima, é bem legal ouvir músicas como "O Diabo é Português", "Deus e o Diabo em Sorocaba" "Nem", "Biribol" e outras pérolas. muito engraçado!! As letras são muito engraçadas e divertidas e inteligentes, é quase impossível de se ouvir sem dar algumas risadas.

Engraçado também é "War for Birigui", um thrash tirando o sarro do Sepultura com a letra de "Batatinha Quando Nasce" e "Atirei o Pau no Gato" em inglês. A apresentação da banda também é imperdível. Uma bobeira atrás da outra.

A comparação com os "Mamonas Assassinas" é pertinente, mas injustificada, já que eles são bem mais velhos que os Mamonas e o som também é bem diferente.

É óbvio que esse tipo de som é divertido e engraçado da primeira vez que se escuta, e que é preciso um pouco de paciência para agüentar a precariedade da gravação. E acho difícil ouvir mais de duas vezes a mesma piada, mas é ótimo saber que a banda está ainda na ativa, destilando seu humor totalmente politicamente incorreto.

Se você quer conhecer mais sobre essa banda, visite www.tubaina.com.br ou vá em algum show da banda. Pode não acrescentar muito no seu "currículo musical" mas com certeza você irá se divertir.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tubaina"


Metallica: foto rara de formação original do grupoMetallica
Foto rara de formação original do grupo

Andreas Kisser: Eloy Casagrande talvez não seja humanoAndreas Kisser
"Eloy Casagrande talvez não seja humano"

Dream Theater: semelhanças na capa de álbum?Dream Theater
Semelhanças na capa de álbum?

Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!Musos do Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!

Guns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da bandaGuns N' Roses
álcool, drogas e intrigas nos primórdios da banda

Rock Progressivo: Como Mike Portnoy entende o estilo?Rock Progressivo
Como Mike Portnoy entende o estilo?

Rock/Metal: 7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2Rock/Metal
7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2


Sobre Guilherme Vignini

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336