Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Resenha - Supa Red - Supa Red

Por Rafael Carnovale
Em 08/04/03

Nota: 8

Podemos afirmar de cara que este cd é cercado de expectativas, e motivos para tal não faltam. Afinal Michael Kiske, o frontman que gravou os eternos "Keppers of the Seven Keys" com o Helloween está finalmente montando uma banda, após dois cd’s solo, o bom "Instant Clarity" (aonde ele flertou com pop-rock-metal) e o confuso "Readness to Sacrifice". Após um grande hiato, Michi acabou reaparecendo com participações especiais em cd’s como Avantasia, "Land of the Free" do Gamma Ray, e "Hymm to Life" de Timo Tolkki. Ambos mostraram que a voz continua a mesma, mas os cabelos...

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

De longe "Supa Red" pode ser considerado como o trabalho solo mais consistente de Michael Kiske. Com uma banda que, se não possui nenhum destaque, se mostra correta e eficiente, Michi investe no estilo que sempre definiu como o que realmente queria fazer: rock calçado no pop. Faixas como a pesadinha "Reconsider" e "Let’s Be Heroes" são exemplos típicos, com riffs simples porém coerentes, e com Michi cantando mais contido, usando de alguns efeitos, mas com a voz que sempre lhe foi peculiar. Já faixas como "Can I Know How" e "Freak Away" de início lembram muito o rock-pop de "Instant Clarity".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda também investe em ritmos mais chegados ao grunge, como na pesada "Hey" (que lembra de longe Alice in Chains) e as faixas "A Bit of Her" e "Breakpoints of No Return" (que lembra o ritmo mais lento e arrastado que o Pearl Jam pratica eficientemente). Ambas são interessantes, mas só isso.

Há algumas surpresas também como a pop ao extremo "Hackneyed" (com um ritmo gostoso de se ouvir) e as acústicas "That’s Why" e "Overrated", aonde Michi abusa de sua versatilidade vocal e a banda mostra que é simples, mas competente.

Um cd sem grandes destaques, mas que merece mérito por demonstrar uma nova face de uma das maiores vozes do metal germânico, que agora prefere outras praias. Se seu lance é ouvir um disco desencanado e sem pretensões de soar como clássico, Supa Red é a pedida.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Line Up:
Michael Kiske – Vocais, Guitarras
Sandro Gampietro – Guitarras
Aldo Harris – Baixo
Jurgen Spiegel – Bateria

Site oficial: http://www.supared.de

Lançado pela Century Media Records Latina

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.