Resenha - Tears of Freedom - Glory Fate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cláudio Pinheiro
Enviar correções  |  Ver Acessos


De Juazeiro do Norte (CE), terra do Padre Cícero, conhecida pelas suas riquezas artísticas e naturais, em particular, no artesanato e na música, vem a Glory Fate, banda que surgiu das cinzas da Stormbringer e que, atualmente, tem em suas fileiras Jivago Ramon no vocal, Michel Macedo na guitarra, Carlos Lima no baixo, Thyago Bandeira no teclado e Adriano Dias na bateria, e promove seu ataque sonoro executando um heavy melódico mesclado a influências clássicas, latinas e regionais, que - de tão fodido - deve ser ouvido em alto e bom som.

Luís Mariutti para Nando Moura: "Estádio não se lota com views ou likes"Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Tears of Freedom, primeiro álbum da Glory Fate, gravado por Ramon, Macedo, Lima e Dias no EDS Studio no mês de dezembro do ano 2000 e produzido por um tal de Edinaldo Sóstenes e pela própria banda, tem exatos 53min14s de duração e contém 10 canções - "Insanity", "Liberty", "Coming with the Wind", "Acid Rain", "Brave New World", "Mother Land", "Tears of Freedom", "Glory Fate", "Simple End" e "Wings of a Dream" - que expressam em suas letras os anseios, o desejo de liberdade e os sonhos de todo ser humano.

Puta que pariu!! O quesito apresentação gráfica, gravação e produção merece nota 10, tendo em vista que os juazeirenses não decepcionaram, trampando com absoluto esmero. Confeccionada quase totalmente por Kartegiane (Carlos Lima e Edney Ittalo também trabalharam nesse sentido), a arte gráfica deixou o play com um visual totalmente profissa (vide só a capa!!) com o encarte contendo todas as letras das composições. Também é impossível não comentar que a bolacha, muito bem gravada e produzida, é bem-feita, honesta e muito convincente devido aos arranjos e às melodias fantásticas, o que aconteceu devido à excelente timbragem dos instrumentos.

A voz de Jivago Ramon dispensa comentários, o que evidencia ainda mais o talento individual do moço; a linha de frente, composta pelo guitarrista Michel Macedo (que tocou teclado nas faixas "Simple End" e "Wings of a Dream"), revelou-se extremamente competente naquilo que se propôs a fazer, e cuspiu aos quatro ventos riffs e solos arrebatadores, consistentes e inspirados; o baixista/tecladista Carlos Lima imprimiu bons fraseados nos andamentos de seu baixo e dedilhou com extrema maestria o teclado nas passagens sob sua responsabilidade; o baterista deu um show à parte, demonstrando competência e precisão nas levadas e nas viradas.

O CD ainda contou com a participação especial de Edinaldo Sóstenes no cravo ("Liberty"), de Evaldo (Dr. Raiz) no pandeiro, percussão e triângulo e de Oliveira no teclado ("Mother Land").

De acordo com o release da banda, em fevereiro de 2001, a Glory Fate participou do documentário (ainda não finalizado) "Em Busca dos Dinossauros", dirigido por Marcos Menescau.

Confiram esse puta trampo urgentemente!!

Site: www.gloryfate.cjb.net

E-mail: gloryfate@bol.com.br

Contatos:
Caixa Postal 194
Juazeiro do Norte (CE)
CEP.: 63010-970




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Glory Fate"


Luís Mariutti para Nando Moura: Estádio não se lota com views ou likesLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

Piano: covers viscerais de Motorhead, Nirvana, Guns e maisPiano
Covers viscerais de Motorhead, Nirvana, Guns e mais

Beatles: montagem mostra como 2016 foi um ano duro para a músicaBeatles
Montagem mostra como 2016 foi um ano duro para a música


Sobre Cláudio Pinheiro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.