Resenha - Diamonds On The Inside - Ben Harper

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar Correções  

10


O que falar de Ben Harper? Talvez a maior promessa da música mundial que apareceu nos últimos tempos? Um próximo Bob Marley? Um próximo Bob Dylan? Talvez... A verdade é que Harper se destaca hoje como o melhor que a música pode oferecer. Suas músicas cheias de feeling, cheias de raiva, de amor, de revolta, ..., fazem uma mistura de sentimentos emocionante e contagiante, onde cada acorde, cada nota, traz uma característica, uma vontade, um porquê.

Indo do rock ao folk, do reggae ao funk, Ben Harper se dá bem em todos estilos, desfilando personalidade e originalidade em todas 14 faixas do CD. É impressionante o dinamismo e a criatividade contidos nas suas composições. "Diamonds in the Inside" continua a trajetória deste grande artista, iniciada anos atrás com o álbum "Welcome To The Cruel World". As letras continuam impecáveis, desde críticas a sociedade, algumas de cunho religioso e outras de momentos vividos pelo cantor, sempre encarando os vários lados (positivos e negativos) da vida e de suas emoções.

publicidade

"With My Own Two Hands" (o novo single) é a música que abre o disco e talvez seja a primeira música totalmente reggae presente em um CD de Ben Harper. Um hino para as futuras gerações.

"When it´s Good" segue o padrão de "Homeless Child" do disco "The Will To Live".

"Diamonds On The Inside" é a música que dá nome ao CD e traz melodias excelentes e bem acessíveis, fazendo esta um provável "hit".

publicidade

"Touch From Your Lust" e "When She Believes" trazem cargas pesadas de feeling que, só pela interpretação vocal de Harper, já valeriam o CD. Emocionante.

"Brown Eyed Blues" e "Bring The Funk" chegam na parte Funk do CD, com instrumental impecável e um show a parte do baixista Juan Nelson.

"Everything" é uma música alegre que entra no momento certo e abre espaço para "Amen Omen", que também emociona. O que esse cara pensa cantando isso??? Inacreditável! Maravilhoso!!

publicidade

Se alguém ainda estiver vivo pode continuar ouvindo este "Diamonds in the Inside" e chegar na rock’n’roll "Temporary Remedy", completamente setentista com as clássicas guitarras que marcaram músicas como "Ground on Down" (do disco "Fight For Your Mind"). Ela é o "esquenta" para "So High So Low", a mais pesada do CD, com um riff de fazer qualquer ser vivo bater a cabeça. Fico imaginando o que vai ser disso nos shows... ARRRRGGGGH!

publicidade

"Blessed To Be A Witness", "Picture Of Jesus" e "She's Only Happy In The Sun" fecham esta obra-prima de uma maneira apoteótica, belíssima e como sempre emocionante, fazendo com que este "Diamonds in the Inside" seja indispensável (assim como os CDs anteriores) para qualquer pessoa que ame a música acima de tudo.

Compre, ouça e se emocione.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl RoseSlash
Chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose

Blind Faith: uma das capas mais polêmicas da históriaBlind Faith
Uma das capas mais polêmicas da história


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin