RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Resenha - Natural Born Chaos - Soilwork

Por Ricardo Sarcinelli
Postado em 02 de maio de 2002

Nota: 10

O quarto trabalho dos suecos do Soilwork consolida a banda como referencial no cenário metálico mundial. "Natural Born Chaos" conseguiu o que para muitos parecia impossível, superar o maravilhoso trabalho anterior, "A Predator’s Portrait". Renovação dentro do metal é uma constante, mas isso aqui é coisa prá quem manja do ramo: instrumental coeso, técnico e instigante, capitaneado por um vocalista que apesar de relativamente novo na cena, já dispensa apresentações, uma vez que foi apontado pelo mestre Rob Halford como influência para ele!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O Soilwork comunga do novo metal europeu - responsável pelo surgimento das mais promissoras bandas deste início de século - misturando num mesmo caldeirão elementos do thrash anos 80’, death metal e melodias em abundância – mas mantêm intacta sua fórmula singular (climas catastróficos, influências do gótico e do industrial), fazendo com que a banda, ao lados de seus compatriotas do Arch Enemy, seja apontada seguramente como a principal referência hoje no estilo que mais produz novas bandas no planeta!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Todas as faixas são magníficas mas vou citar "Follow the Hollow", "As We Speak" e "The Bringer" como obras de arte musicais. Vai ser difícil alguma banda bater este álbum na votação dos melhores do ano, talvez só o Nevermore consiga a façanha, e acho bom eles fazerem a lição de casa porque o Soilwork já foi aprovado com louvor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Outras resenhas de Natural Born Chaos - Soilwork

Resenha - Natural Born Chaos - Soilwork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS