Resenha - A Time Never Come - Secret Sphere

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Uma banda competente: um vocal coerente, coeso, com potência nos agudos e boa empostação de voz nos tons mais graves. Uma dupla de guitarristas talentosos, capazes de criar riffs empolgantes e solos bem elaborados, com boa dosagem de feeling e velocidade. Uma cozinha bem sincronizada, e uma história convincente com músicas adequadas a cada nuance da mesma. Só quase isso tudo basta para criar um cd conceitual? Nem sempre. Conta-se com um fator primordial: sorte. Sorte de tudo funcionar perfeitamente e de todos os elementos funcionarem como uma máquina bem azeitada.

Slayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da BarbieBruce: "Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

Os chilenos do Secret Sphere conseguiram no seu segundo cd, um excelente resultado. A Time Never Come gira em torno da personagem Aurienne, e sua luta pela felicidade e realização de seus ideais, ajudados pelo personagem Sphere, e pelo Dr Faustus. Lembra um pouco o lado épico do Rhapsody, mas com a diferença que o Secret Sphere investe mais no power metal do que nas partes orquestradas.

O cd abre com a fortíssima Legend, o começo de toda história tem que ser agressivo e rápido e esta assim o é. Vocais bem colocados, teclados discretos porém perceptíveis. A banda dividiu as demais músicas em capítulos, deixando para o capítulo 1 a cadenciada e interessante Under the Flag of Mary Read, com um teclado muito bem colocado e riffs notadamente heavy tradicional, uma boa mistura de peso e melodia. The Brave vem a seguir, mantendo a mesma linha, mas com um lado orquestrado mais presente, cortesia do bom tecladista Antonio Agate. O mais interessante foi o cuidado da banda em adequar cada música ao tema que inspira sua letra. Como no caso da faixa Emotions, um instrumental que realmente ficou excelente, dando a tônica do segundo capítulo da trama, o começo das emoções e aventuras de Aurienne, sendo a perfeita introdução para a épica, quase Manowar, Oblivion. Outro destaque fica para a belíssima balada The Mistery of Love, aonde a banda dá um show coletivo. Mais destaques para a pesadíssima Hamelin (de longe a melhor do cd) e para a agressiva Dr Faustus, que completa a saga de Aurienne. Um excelente cd, que não cansa apesar de sua complexidade, e mostra como um trabalho conceitual pode ser excelente se bem dosado. Obrigatório.

Line Up:
Roberto Messina: Vocais
Aldo Lonobile: Guitarras
Antonio Agate: Teclados
Andréa Buratto: Baixo
Paco Gianotti: Guitarras
Luca Calasegna: Bateria

Material cedido pela:
Megahard Records.
Cx. Postal: 41698 - São Paulo - SP - Cep: 05422-970
http://www.megahard.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Secret Sphere"


Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Bruce: Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!Bruce
"Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaJason Newsted
Revelando porque ele deixou o Metallica

Mascotes de bandas: GigWise elege os 14 mais famososMascotes de bandas
GigWise elege os 14 mais famosos

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

Courtney Love: sex-tape com Cobain encontrada por diretor de documentárioCourtney Love
Sex-tape com Cobain encontrada por diretor de documentário

ZZ Top: os sagrados primeiros álbuns alterados em estúdioZZ Top
Os sagrados primeiros álbuns alterados em estúdio


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336