Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba


Stamp

Resenha - Live On The Edge Forever - Symphony X

Por Thiago Sarkis
Em 07/01/02

Nota: 8

Esse álbum ao vivo do Symphony X tem uma pinta de pressão de gravadora, que não é brincadeira. O pior de tudo é que atitudes desse tipo parecem ser tomadas em prol de uma rivalidade chula com o Dream Theater. Não é nada por parte dos membros de cada uma das bandas, mas com certeza os chefões das empresas que os agenciam têm dedo nessa história e cultuam essa idéia, propagada entre alguns fãs.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fazer comparações entre os dois maiores ícones do metal progressivo na atualidade, em termos de musicalidade e composições, é bobagem. O nível é muito alto, ambos são espetaculares. Porém, dessa vez, com os ao vivos, o Symphony X levou a pior, pois a qualidade de gravação e produção de "Live On The Edge Forever" é apenas mediana.

Russell Allen & cia ainda contaram com uma certa sorte. Apesar do som não ser excelente, o efeito dos dois discos, num todo, é bem interessante. Você se sente integrado ao show, participando tanto quanto os europeus, que presenciaram os espetáculos aqui reproduzidos.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

As atuações e interpretações são impecáveis, com focos absolutos para as adaptações de Pinnella e Romeo, para algumas orquestrações incríveis contidas nos álbuns de estúdio. Essas difíceis intervenções tiveram respostas realmente muito positivas, e não foi necessário o uso exagerado de playbacks. Quem acompanhou as apresentações do grupo no Brasil já sabia disso, mas uma ou outra confirmação a mais, principalmente quando registrada em CD, não faz mal a ninguém.

Um álbum indispensável para os fãs. Contudo, faltaram alguns clássicos e ficou definitivamente a impressão de que, com paciência e sem pentelhação de gravadora, o Symphony X poderia ter se saído bem melhor.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Material cedido por:
InsideOut Music America – http://www.insideoutmusic.com
344-TB Oakville Drive, Pittsburgh, PA
15220, USA
Fax: +1 (412) 937-9183
Email: [email protected]

Hellion Records – http://www.hellionrecords.com
Rua Dr. João Maia, 199 – Aclimação
CEP: 04109-130 - São Paulo / SP - BRASIL
Tel: (0xx11) 5539-7415 / 5083-2727 / 5083-9797
Fax: (0xx11) 5083-3077
Email: [email protected]

Russell Allen (Vocais)
Michael Romeo (Guitarras)
Michael Pinnella (Teclados)
Michael Lepond (Baixo)
Jason Rullo (Bateria)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemResenha - War of the Worlds, Pt. 2 - Michael Romeo

imagemLiteratura: 7 Músicas de Rock/Metal inspiradas no poema épico "Paradise Lost"

Symphony X: Michael Romeo divulga nova música solo

DiAmorte lança música com membros do Vader e Symphony X


Symphony X: por que eles mereciam estar no nível do Dream Theater, segundo Portnoy

Symphony X: Michael Romeo escolhe suas músicas preferidas

Symphony X: Os primórdios musicais e influências da banda



Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.