Resenha - Complex Bewitchment - Mactätus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


O talento do Mactätus fica bem explícito logo nos primeiros segundos de seu quarto disco, com o início de "Ornament Of Pettiness", uma de suas melhores faixas. O questionamento da habilidade do grupo com os instrumentos perde razão e não deve nem ser colocado em pauta. Contudo, há falhas bem claras e que se ligam principalmente às repetições excessivas.

Guitarra: os melhores solos da história segundo a Guitar WorldMarilyn Manson: 7 coisas que você não sabia sobre ele

Apesar de não apresentar nada de novo, "The Complex Bewitchment" é feito com competência, correção e precisão. Dentro do estilo, bem completo, e contendo um excelente adicional nos sintetizadores e piano, com atuação irrepreensível de Forn.

Músicas como "Another Dimension", "Speak The Word Of The Winds" e "With Excellence...", ganham logo os ouvidos atentos de quem se interessa por black metal. No entanto, os momentos mais expressivos, geralmente embutidos no começo das faixas, tendem a cair numa mesmice boba de riffs, que repetem a si próprios e a outros conjuntos da mesma linha.

Algumas quebradas e variações, especialmente causadas pelo bom baterista Mjolne, ajudam a tirar momentaneamente a monotonia dos temas que se recarregam freqüentemente. Todavia, não é o bastante e o disco fica marcado por uma importuna tendência invariável.

A banda é definitivamente bem talentosa e capacitada, mas não tem uma técnica tão absurda e nem uma carreira tão imponente como a de um Emperor por exemplo, que compense a falta de originalidade. Quem curte metal extremo deve dar uma conferida, mas pode ter certeza de que não é exatamente o melhor do estilo que está em jogo com estes noruegueses.

Site Oficial - http://members.tripod.com/~Mactatus/Mactatus.html

Hate Rodvitnesson (Vocais)
Ty (Guitarras)
Gaut (Guitarras)
Forn (Sintetizador & Piano)
Mefistofeles (Baixo)
Mjolne (Bateria)

Material cedido por:
Hellion Records - http://www.hellionrecords.com
Rua Dr. João Maia, 199 - Aclimação
CEP: 04109-130 - São Paulo / SP - BRASIL
Tel: (0xx11) 5539-7415 / 5083-2727 / 5083-9797
Fax: (0xx11) 5083-3077
Email: hellion@uol.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Mactatus"


Guitarra: os melhores solos da história segundo a Guitar WorldGuitarra
Os melhores solos da história segundo a Guitar World

Marilyn Manson: 7 coisas que você não sabia sobre eleMarilyn Manson
7 coisas que você não sabia sobre ele

Porta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleirosPorta dos Fundos
Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros

Motley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy LeeMotley Crue
Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee

Dream Theater: semelhanças na capa de álbum?Dream Theater
Semelhanças na capa de álbum?

Guns N' Roses: as duas mulheres que conduziram a reuniãoGuns N' Roses
As duas mulheres que conduziram a reunião

Testament: Hetfield é o músico mais influente da geraçãoTestament
"Hetfield é o músico mais influente da geração"


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.