Resenha - Perfect Element - Part I - Pain Of Salvation

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Sempre que você ouvir falar em Pain Of Salvation, pense em uma banda emotiva, que quebra paradigmas, mistura elementos nunca imaginados juntos e leva o metal progressivo a patamares altíssimos.

Luís Mariutti para Nando Moura: "Estádio não se lota com views ou likes"Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

"The Perfect Element" é a primeira parte de um trabalho conceitual sobre a infância e a adolescência. Começaram bem. Com doze faixas, este é, provavelmente, o melhor álbum do Pain Of Salvation. Não há como tirar o 'provavelmente', já que "Entropia" e "One Hour By The Concrete Lake" são discos excelentes, com qualidade acima do normal. Porém, "The Perfect Element" tem uma produção superior e apresenta ao público uma banda mais madura, que não deixou de misturar elementos de diferentes estilos musicais, mas que conseguiu colocá-los mais concisos, firmes e homogêneos.

O Pain Of Salvation alcançou o que toda banda almeja ao compor um álbum conceitual: a impossibilidade de se separar uma música da outra. Todas estão ligadas e podem ser consideradas verdadeiras beldades do metal progressivo.

"The Perfect Element" não tem elementos musicais complexos como nos dois trabalhos anteriores do grupo. O enfoque principal aqui é dado ao contexto das composições e ao sentimento que a elas pode ser incorporado.

A parte lírica se alinha perfeitamente ao instrumental e ganha uma emoção imensurável com os vocais de Daniel Gildenlöw, que é, sem sombra de dúvida, um dos melhores, senão o melhor, intérprete lírico do metal. Gildenlöw tem uma boa técnica e faz realmente tudo na hora certa e da maneira correta. Ele passa uma emoção que raramente detectamos em vocalistas deste estilo e se torna o elemento perfeito e mais importante desta verdadeira obra-prima do Pain Of Salvation.

Site Oficial - http://www.painofsalvation.com

Daniel Gildenlöw (Vocais & Guitarra)
Kristoffer Gildenlöw (Baixo & Backing Vocals)
Johan Hallgren (Guitarra & Backing Vocals)
Fredrik Hermansson (Teclado)
Johan Langell (Bateria & Backing Vocals)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Pain Of Salvation"


Arte Gráfica: Designer brasileiro cria versões para clássicosArte Gráfica
Designer brasileiro cria versões para clássicos

Pain Of Salvation: A opinião de Gildenlöw sobre os MamonasPain Of Salvation
A opinião de Gildenlöw sobre os Mamonas

Metal Progressivo: os dez melhores álbuns do estiloMetal Progressivo
Os dez melhores álbuns do estilo


Luís Mariutti para Nando Moura: Estádio não se lota com views ou likesLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Axl Rose: como ele pegava todas as garotas que Slash conquistavaAxl Rose
Como ele pegava todas as garotas que Slash conquistava

Dinho Ouro Preto: É assustador ver todo o rock ficar de direitaDinho Ouro Preto
"É assustador ver todo o rock ficar de direita"

Guns N' Roses: Without You, o conto de Del JamesGuns N' Roses
"Without You", o conto de Del James

Steve Terreberry: 10 guitarristas que seguram a palheta de forma bizarraSteve Terreberry
10 guitarristas que seguram a palheta de forma bizarra


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336