Resenha - Perfect Element - Part I - Pain Of Salvation

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

10


Sempre que você ouvir falar em Pain Of Salvation, pense em uma banda emotiva, que quebra paradigmas, mistura elementos nunca imaginados juntos e leva o metal progressivo a patamares altíssimos.

Pain Of Salvation: banda sueca lança vídeo de "Accelerator", música do próximo álbum

Coincidências: Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?

"The Perfect Element" é a primeira parte de um trabalho conceitual sobre a infância e a adolescência. Começaram bem. Com doze faixas, este é, provavelmente, o melhor álbum do Pain Of Salvation. Não há como tirar o ‘provavelmente’, já que "Entropia" e "One Hour By The Concrete Lake" são discos excelentes, com qualidade acima do normal. Porém, "The Perfect Element" tem uma produção superior e apresenta ao público uma banda mais madura, que não deixou de misturar elementos de diferentes estilos musicais, mas que conseguiu colocá-los mais concisos, firmes e homogêneos.

O Pain Of Salvation alcançou o que toda banda almeja ao compor um álbum conceitual: a impossibilidade de se separar uma música da outra. Todas estão ligadas e podem ser consideradas verdadeiras beldades do metal progressivo.

"The Perfect Element" não tem elementos musicais complexos como nos dois trabalhos anteriores do grupo. O enfoque principal aqui é dado ao contexto das composições e ao sentimento que a elas pode ser incorporado.

A parte lírica se alinha perfeitamente ao instrumental e ganha uma emoção imensurável com os vocais de Daniel Gildenlöw, que é, sem sombra de dúvida, um dos melhores, senão o melhor, intérprete lírico do metal. Gildenlöw tem uma boa técnica e faz realmente tudo na hora certa e da maneira correta. Ele passa uma emoção que raramente detectamos em vocalistas deste estilo e se torna o elemento perfeito e mais importante desta verdadeira obra-prima do Pain Of Salvation.

Site Oficial – http://www.painofsalvation.com

Daniel Gildenlöw (Vocais & Guitarra)
Kristoffer Gildenlöw (Baixo & Backing Vocals)
Johan Hallgren (Guitarra & Backing Vocals)
Fredrik Hermansson (Teclado)
Johan Langell (Bateria & Backing Vocals)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pain Of Salvation: banda sueca lança vídeo de "Accelerator", música do próximo álbum

Pain Of Salvation: novo álbum anunciado para Agosto


Arte Gráfica: Designer brasileiro cria versões para clássicosArte Gráfica
Designer brasileiro cria versões para clássicos

Pain Of Salvation: Daniel Gildenlöw fala sobre os Mamonas AssassinasPain Of Salvation
Daniel Gildenlöw fala sobre os Mamonas Assassinas


Coincidências: Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?Coincidências
Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?

Pantera: odiei gravar Cowboys From Hell, diz Phil AnselmoPantera
"odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin