Resenha - Beyond The Veil - Tristania

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Para Beyond the Veil, o norueguês Tristania manteve sua formação intacta e adicionou muito mais novidades do que no seu antecessor, ou seja, Window's Weeds. Ainda soando doom, gótico e até mesmo black, a banda, digamos, trouxe mais melodia e produção aperfeiçoada. Continuam os maravilhosos coros espalhados por todo o álbum e feitos por Einar Moen (sintetizador e programador), exceto na música Aphelion, feito por Morten Veland (guitarra e vocal).

Deep Purple: o riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock

Os violinos tocados por Pete Johansen estão cada vez melhores e melódicos. E o que dizer de Vibeke Stene e seus vocais femininos? Nada, além de que estão perfeitos e mais ousados do que em Window's Weeds, contribuindo para o clima deprê de Beyond The Veil.

Vale dizer que Morten incorporou mais agressividade à sua voz, bem como momentos mais calmos e melodiosos aonde baixa o tom do vocal. Uma grande novidade, é o fato de haver um sample retirado de um sinfonia de vozes. Outro destaque é a arte, com uma bela capa e livreto que acompanha o CD.

No campo musical, podemos ouvir um desfile de clássicos para os adoradores do estilo. "Beyond the Veil" traz maior lirismo na voz de Vibeke Stene quando, então, Morten impressiona por se assemelhar bastante aos vocais de Fernando Ribeiro (Moonspell), no momento mais calmo da música. "Aphelion" apresenta teclados sombrios, mesclados a belos coros, o que a transforma num dos clássicos da banda. "Lethean River" traz vários efeitos de vozes além de, mais uma vez, lembrar o Moonspell.

Outro clássico é "...of Ruins and a Red Nightfall", destilando peso e melodia, misturados a diferentes estilos de vozes. "Heretique", além de sua fúria brutal, possui uma bateria destruidora e vocais alternando entre urros, lirismo e, quem diria, tenor.

Especial para quem admira a música sombria e cheia de musicalidade, de uma banda como esta. Vale a pena.

Para acessar o site oficial da banda: www.tristania.com

Para adquirir o CD através da Hellion Records: www.hellionrecords.com
hellion@uol.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tristania"


Tristania: fascínio por extremismo, loucura e caosTristania
"fascínio por extremismo, loucura e caos"

Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal


Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Sasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinilSasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Black Sabbath: Tony Iommi explica como tocar ParanoidBlack Sabbath
Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"

Black Sabbath: o dia em que Tony Iommi quase matou Bill WardBlack Sabbath
O dia em que Tony Iommi quase matou Bill Ward

Whiplash.Net: Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar porra nenhumaWhiplash.Net
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar porra nenhuma

Quietos: os membros calmos de grandes bandas de rockQuietos
Os membros calmos de grandes bandas de rock


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336