Resenha - Accomplice - Accomplice

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Depois de ouvir este álbum do Accomplice, aprendi algo muito importante: a primeira impressão NEM SEMPRE é a que fica.

Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVSuzi Quatro: a importância da linda baixista para o rock

A minha expectativa sobre essa banda norte-americana não era das melhores. Eu havia escutado a versão que fizeram de "Pull Me Under" para o tributo ao Dream Theater e não foi algo que me chamou a atenção. Pelo contrário, fez com que eu ficasse um pouco desinteressado no trabalho do Accomplice. Porém, este álbum reverte essa imagem, por vezes negativa, que eles deixaram.

Não dá para compreender a presença do grupo no tributo ao Dream Theater, tocando justamente uma das músicas mais pesadas presentes naquele CD. O estilo do Accomplice tem muito mais a ver com Rush, Marillion e Pendragon e talvez músicas um pouco mais lentas, menos ligadas ao 'metal', diferentes de "Pull Me Under", se incorporem melhor à alma do conjunto. Isso fica claro em canções como "Fallin'", "State Of The Nation", "Welcome" e "Fight On", que estão entre os destaques deste álbum auto intitulado.

Obviamente há peso nas composições da banda, porém, nada que possa ser considerado metal progressivo. É rock progressivo mesmo e muito bem feito, por sinal.

O guitarrista Sean Clegg se destaca com solos espetaculares e harmonias incríveis. A introdução acústica de "Fight On" já é uma amostra da qualidade, capacidade e criatividade deste músico. O outro grande destaque deste CD é o tecladista/pianista, Mathew Galasso, que inexplicavelmente não tem sequer o seu nome em qualquer parte do encarte, da capa e do CD. Mesmo que Mathew tenha abandonado a banda antes do lançamento de "Accomplice", esta é uma falha terrível, pois o cara é excelente e deixa qualquer emocionado com músicas como "Welcome".

Não é um álbum indispensável, mas é surpreendente e, no mínimo, bem agradável. Para quem ouviu o tributo ao Dream Theater e, erroneamente, pensa que conhece Accomplice, uma escutada com atenção cairia muito bem.

Formação

Stephen Green (Vocais)
Sean Clegg (Guitarras & Vocais)
Scott Snyder (Baixo & Vocais)
Richard Arbuckle (Bateria)

Material cedido por:
Adrenaline Records - http://www.adrenaline.it
Fax: ++39/039.60.14.634
e-mail: info@adrenaline.it

Site Oficial - http://www.accomplice.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Accomplice"


Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVMetallica
James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

Avenged Sevenfold: 10 músicas que podem fazer você mudar de idéiaAvenged Sevenfold
10 músicas que podem fazer você mudar de idéia

A História Impopular dos Rolling StonesA História Impopular dos Rolling Stones

Eddie: a foto que supostamente inspirou Derek RiggsEddie
A foto que supostamente inspirou Derek Riggs

Kevin Shirley: detido por causa de calote do Slayer em 2004Kevin Shirley
Detido por causa de calote do Slayer em 2004

Rolling Stone: revista elege melhores faixas de álbuns ruinsRolling Stone
Revista elege melhores faixas de álbuns ruins


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.