Resenha - From Here To Eternity - Clash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Valença
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Uma das maiores e mais influentes bandas punk do mundo merecia esta lembrança póstuma. Dezessete gravações inéditas dos maiores clássicos do The Clash, captadas em shows entre 1978 e 1982 e acompanhadas de um encarte nota 10, com fotos, comentários de fãs e capas dos CDs da banda, que tornam o disco From Here To Eternity um daqueles que se deve guardar com todo o carinho.

Metallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For AllTom Araya: "Não sou ateu; acredito em Deus!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Excelente qualidade de som é a marca deste disco. Não há uma só música em que não se ouça todos os instrumentos (e bem!), além do público cantando junto, coisa rara em discos ao vivo.

Não há porque destacar uma ou outra música em detrimento de outras. É The Clash é som de primeiríssima qualidade, mesmo. Com a chuva de novas bandas e ícones punks, o pessoal das antigas está de alma lavada com este álbum. Começando com Complete Control e terminando com Straight To Hell, passando ainda por Clash City Rockers, Should I Stay Or Should I Go e I Fought The Law (as duas músicas mais conhecidas da banda) e tendo ainda London's Burning e Train in Vain, é diversão do início ao fim... e com a tecla repeat apertada porque, afinal de contas, o Clash merece. E todos aqueles que curtem uma boa música também. É o disco que até mesmo os que não gostam de punk vão ouvir e apreciar.

Track List
Complete Control
London's Burning
What's My Name
Clash City Rockers
Career Opportunities
(White Man) In Hammersmith Palais
Capital Radio
City Of The Dead
I Fought The Law
London Calling
Armagideon Time
Train In Vain
Guns Of Brixton
The Magnificent Seven
Know Your Rights
Should I Stay Or Should I Go
Straight To Hell

Formação
Mick Jones (guitarra e vocal)
Joe Strummer (guitarra e vocal)
Paul Simonon (baixo e vocal
Topper Headon (baterista)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Clash"


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Tom Morello: ele é um cara do Metal, mas detesta as letras do gêneroTom Morello
Ele é um cara do Metal, mas detesta as letras do gênero


Metallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For AllMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Tom Araya: Não sou ateu; acredito em Deus!Tom Araya
"Não sou ateu; acredito em Deus!"


Sobre Marcelo Valença

Estudante de Direito na PUC-Rio. Ouve Ska, Surf Music, HC, Guitar e Punk Rock, tocava baixo no Milhouse. Não dispensa um bom bate boca. Está preparando o lançamento de sua nova banda, Peter Gunn & The Neighbor's Rockin' Band. Bandas favoritas: Weezer, Ramones, Queers, Ira!, MxPx, Pixies, Brian Setzer Orchestra, NUFAN, Bouncing Souls, Specials, Madness, Hillvalleys, Autoramas, Randal Grave, Dumbs e Stukas Lazy.

Mais matérias de Marcelo Valença no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336