Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemNando Reis relembra curioso único game que jogou na vida, durante gravação dos Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella


Dream Theater 2022

Resenha - Crush - Bon Jovi

Por Thiago Sarkis
Em 24/06/00

Nota: 8

Várias bandas que fizeram sucesso nos anos 80, início dos 90, estão voltando a ativa com suas formações originais. Algumas delas retornaram com trabalhos fracos, insatisfatórios. Outras lançaram álbuns fantásticos, inovando e até saindo um pouco de suas características. Para completar, não podiam faltar aqueles grupos que se mantiveram fiéis ao estilo que os consagrou. Este é o caso do Bon Jovi.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Crush segue a mesma linha de "Slippery When Wet", "New Jersey" e "Keep The Faith". Cheio de baladas saindo do forno, prontas para se tornarem sucessos inesquecíveis para os fãs da banda. Além dessas baladas, temos o bom e velho hard rock do Bon Jovi presente em músicas como "It’s My Life", "Just Older" e "One Wild Night". O mais interessante das canções citadas é que elas conseguem manter uma boa qualidade, com simplicidade e harmonias/melodias que rapidamente entram na cabeça das pessoas. Para muitos, isso soa ridículo, meio imbecil. Porém, há de se pensar nas portas que trabalhos como Crush abrem para o retorno definitivo do rock à cena musical. Afinal, não é de um dia para o outro que uma pessoa que está presa a pagode, dance, techno e outros estilos de baixa qualidade, que tocam o dia inteiro em emissoras de rádio e TV, vai passar a ouvir uma música melhor estruturada e mais trabalhada.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Se você perguntar se o álbum é comercial, sem rodeios, te responderei: SIM. É bem comercial. Mas, e daí? O mais importante é que a qualidade não foi deixada de lado.

Para quem sempre gostou de Bon Jovi, é um CD indispensável, pois segue o mesmo estilo dos antigos trabalhos. Para quem não curte muito, meu conselho é: escute, pelo menos algo deste novo álbum. Jon Bon Jovi, Richie Sambora & cia podem não tocar aquilo que você gostaria ouvir e nem serem impressionantes como músicos, mas, no mínimo, são regulares e têm um grande potencial para compor músicas bem agradáveis, que podem re-abrir as portas para o rock.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Formação
Jon Bon Jovi - Vocais
Richie Sambora - Guitarra
David Bryan - Teclado
Tico Torres Bateria
Hugh McDonald - Baixo
Site Oficial: http://www.bonjovi.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dez astros do rock e do heavy metal que chegaram aos 60 anos recentemente

De Jon Bon Jovi até Slayer, bandas e artistas que erraram suas próprias músicas ao vivo

Porta dos Fundos: esquete brinca com árbitro do VAR assistindo Bon Jovi ao invés do jogo

O detalhe que Bon Jovi queria mudar quando compôs "Livin' on a Prayer", segundo coautor

A lição que Zakk Wylde aprendeu ao tentar imitar Bon Jovi no início da carreira

Dia dos Namorados: 20 músicas românticas para ouvir ao lado de sua paixão headbanger

Alec John Such pediu ajuda para amigo horas antes de morrer, informa site

Morre Alec John Such, baixista original e membro fundador da banda Bon Jovi

Metade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

Marcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

Justin Hawkins detona Bon Jovi; "Alguém precisa dizer para ele que é hora de parar"

Lista: 15 músicas para quem vai passar o Dia dos Namorados sem companhia (mais uma vez)

Skiddle: os maiores Deuses do Rock segundo a revista

Def Leppard: "nós e o Bon Jovi tivemos sorte de manter o sucesso nos anos 90"

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.