Resenha - A Funk Odyssey - Jamiroquai

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Com esse nome, antes de comprar o CD, achei que o Jamiroquai havia voltado a fase dos maravilhosos "Emergency On Planet Earth" e "The Return Of The Space Cowboy", que foram discos que mesclavam jazz, funk, disco e diversos outros estilos, mas que ainda não tinham os toques demasiadamente POPs e uma atitude mais comercial que começou a aparecer depois do lançamento do terceiro "Traveling Without Moving". Porém este "Funk Odyssey" vem até mais POP que o anterior, com tendências mais eletrônicas, mas que felizmente não comprometem a qualidade da banda. Jay K sabe o que faz.

Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Feel So Good" abre o disco e não decepciona, seguida por "Little L" (primeiro single), que já está sendo tocada nas rádios e na MTV, e tem melodias daquelas que grudam na cabeça, bem como os antigos sucessos "Canned Heat", "Cosmic Girl" e "When You Gonna Learn".

Mas é na quarta "Corner Of The Earth" que Jay K mostra toda sua musicalidade (com influências até de música brasileira), com uma letra muito boa, grande trabalho dos teclados e uma linda melodia. Outro destaque é a mais pesada "Stop Don't Panic", com mais guitarras e um ritmo contagiante, que abre espaço à bonita balada "Black Crow" , com destaque total aos vocais de Jay K, e a super-funk-disco-pop "Main Vein".

"Funk Odyssey" fecha com a excelente "Picture Of My Life" (será que eles estão realmente sendo influenciados por música brasileira?), mostrando que o Jamiroquai ainda está vivo e que ainda tem muita coisa para mostrar.

Não é nem de longe o melhor CD da banda, mas com certeza não vai decepcionar ninguém e vale estar na discografia de qualquer fã e de qualquer pessoa que goste de música boa sem se prender a estilos e tendências.

OBS: quando a última faixa acabar continue ouvindo o CD pois entra uma outra música sem nome muito legal que vale ser conferida.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Jamiroquai"


Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Whiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?Teoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336