Resenha - Humanary Stew - A Tribute to Alice Cooper - Vários

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar Correções  

10

Puro show de rock! Assim defino o tributo ao mestre Alice Cooper.

O que mais chama a atenção, é a quantidade de músicos envolvidos no projeto. Dá para imaginar Dio ao lado de Phil Soussan e Randy Castillo, respectivamente ex- baixista e baterista da banda de Ozzy Osbourne? Não tão bem ao lado assim, pois os músicos gravam suas partes em separado. Enfim, partindo para o resultado final, temos under my wheels(Joe Elliott/Def-Leppard) com inclusão de saxophone, que em nada comprometeu seu espírito puramente rock. Não poderiam faltar as mais queridas dos fãs, como schools out(Dave Mustaine/ Megadeth), no more Mr. nice guy(Roger Daltrey/The Who), billion dollar babies(Phil Lewis), i’m eighteen(Don Dokken/Dokken) e elected(Steve Jones/Duff MacKagen). Dentre as surpresas, temos cold ethyl numa versão maravilhosa feita por Vince Neil(motley crue), go to hell se assemelha ao original em termos de voz, pois Dee Snider(Twisted Sisters/Whindowmaker) soube posicionar muito bem sua voz, black widow, que já era conhecida por muitos fãs de iron, traz Bruce Dickinson e Adrian Smith detonando tudo. Aliás, Bruce se mostra, mais uma vez, excelente artista ao fazer a introdução desta música. Duas músicas merecem créditos especiais neste review, são welcome to my nightmare –pela fantástica interpretação e adequação de Ronnie James Dio ao clima original(obscuro) da música, o que a deixou mais sinistra. Destaca-se o vocal poderoso que Dio sujou em momentos mais apropriados, bem como toda a banda que tocou. – e Only Women Bleed –Cantada pelo mestre Gleen Hughes, este cover adquire um estilo menos triste que o original, mas igualmente fantástica. Emoção pura!-. Para finalizar, resta dizer que, em relação ao original de todas as músicas, algumas coisas foram adaptadas à nova mentalidade rockeira de virada de século, mas a essência das versões originais, estreadas pelo mestre Alice Cooper, continuaram intactas. Um CD indispensável na coleção dos verdadeiros rockers!
Como a quantidade de músicos participantes deste tributo é grande, resta convidar ao caro leitor, que, se quiser, me envie um e-mail pedindo toda a lista de músicas e os respectivo músicos que fazem parte desta tremenda festa.

publicidade


WhiFin