Resenha - Kingdom - Wizards

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Depois de 3 cd's sem muito impacto, mas com alguma qualidade, e um hiato de 3 anos, o Wizards está de volta. Se o último cd (Beyond The Sight) era de qualidade discutível, esse retorno vem para marcar uma nova fase na banda... depois de tocar em FMs e amargar o ostracismo, os caras resolveram cair dentro do heavy tradicional claramente influenciado por Helloween e Gamma Ray. E se dão bem. The Kingdom é um excelente cd, muito bem produzido e com músicas acima de qualquer suspeita, que cativam na primeira audição.

Andre Matos: "Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Christian Passos demonstra ter uma voz poderosíssima e mescla agressividade e melodia com maestria, dando um show à parte. A banda também demonstra coesão e total paixão pelo heavy metal. O CD abre com a faixa título, um heavy tradicional forte e cadenciado, com inclusões de instrumentos percussivos, mas muito bem colocados, e um vocal contido que se solta aos poucos.

A seguinte, King Without a Crown, é claramente influenciada por Helloween antigo, sendo de altíssimo nível. Um grande destaque é a semi-balada Daydreaming, emotiva e muito tocante com um show vocálico de Christian. O peso está sempre presente, como nas agressivas Riding the Twilight e Willing to Be Free. Mais influências de Helloween podem ser encontradas nas faixas The Call of War e Saint and Sinners. Mas vamos deixar claro, apenas influências. O grupo sabe se diferenciar, seja no competente uso de teclados ou nas guitarras pulsantes e bem colocadas. Um ótimo cd. É bom estar de volta em grande estilo. Que voltem para ficar, pois o heavy nacional precisa. Desde The Kingdom até a faixa final, a pesada e épica Step Back, nada a criticar. Apenas uma frase: WELCOME BACK!!!!

Formação:
Christian Passos - Vocal
Kadu - Guitarras
Charles Dalla - Teclados
Mendel Van Waiseberg - Teclados
Bezi Waisenberg - Bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Wizards"


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradasHeavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas

Power Metal: 20 bandas para quem é fã do estiloPower Metal
20 bandas para quem é fã do estilo


Andre Matos: Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!Andre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!Musos do Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336